Social - Relacionamento com Comunidades

Transparência e Sustentabilidade

Social - Relacionamento com Comunidades

Relacionamento com Comunidades

O relacionamento com comunidades é considerado um processo estratégico para atuação social e consiste no estabelecimento de interações com as comunidades que estão na área de influência das operações e projetos da empresa. Para 2018, a abrangência desse trabalho no Brasil é de 113 municípios e 1.093 comunidades. Em Moçambique e Malauí, atuamos em 32 distritos e 388 comunidades.

Nossa gestão

A atuação da Vale é pautada pelos princípios e diretrizes do Código de Ética e Conduta (link), das Políticas Anticorrupção (link), e de Direitos Humanos (temos PDF?) e de Sustentabilidade (temos PDF?) e da Norma de Sustentabilidade (temos PDF?). De acordo com a Norma, os líderes da Vale devem contribuir com o processo de gestão dos stakeholders locais, garantindo a identificação, engajamento e monitoramento do relacionamento com esses públicos.

As diretrizes gerais do relacionamento com as comunidades locais são:

  • Adotar uma abordagem de engajamento proativa com as comunidades, criando oportunidades para um diálogo amplo e construtivo com foco no relacionamento de longo prazo.
  • Atuar por meio de um processo de interação respeitoso, inclusivo e participativo, favorecendo a livre e igualitária expressão – escuta e fala – das partes envolvidas, considerando sempre a inclusão de indivíduos ou grupos tradicionalmente excluídos (ex: vulneráveis, comunidades tradicionais, entre outros).
  • Buscar alinhamento das expectativas das comunidades e da empresa, viabilizando acordos que resultem em benefício mútuo.
  • Efetuar os registros regularmente na ferramenta de gestão de demandas, acompanhando o fluxo de resolução das manifestações, zelando pela efetividade da solução e resposta no prazo estabelecido e garantindo o retorno ao demandante.

Gestão de Risco

O processo de avaliação e monitoramento dos riscos relevantes segue a Política de Governança de Gerenciamento de Riscos da empresa. O documento garante discussões contínuas pelas áreas operacionais e projetos das questões associadas ao tema, ou seja, o modelo de gerenciamento de risco considera a dimensão social na matriz de severidade para cálculo do risco. As equipes de Relacionamento com as Comunidades atuam de forma preventiva, antecipando possíveis cenários de conflito com comunidades e gerenciando demandas e reclamações.

Metas e desempenho

A empresa dispõe de uma ferramenta corporativa (SDI) para gestão do relacionamento com comunidades onde os processos da atuação social definidos nos normativos são registrados e gerenciados. Além disso, os resultados são apurados e reportados conforme os indicadores do GRI (Relatório de Sustentabilidade). Outra estratégia adotada pela empresa é a definição de metas no KPI relacionadas ao desempenho do relacionamento com comunidades.