​​ Conheça 5 patrimônios históricos recuperados com apoio da Vale

Sobre a Vale

21/07/2017

Conheça 5 patrimônios históricos recuperados com apoio da Vale

Você sabia que, ao longo de seus 75 anos de existência, a Vale participou da restauração de monumentos históricos como o Cristo Redentor e igrejas da época do Brasil Colônia? Pois é, o investimento em cultura faz parte da missão da empresa, inclusive quando o assunto é patrimônio histórico. Afinal, é ele que representa os bens materiais ou naturais que possuem importância na história de determinada sociedade ou comunidade.

Mais de 30 projetos de restauros já foram patrocinados pela Vale. Conheça alguns:

Estátua do Cristo Redentor (RJ)


Em 2010, a Vale patrocinou a restauração da estátua do Cristo Redentor. O projeto incorporou as obras de restauros das perdas do mosaico de sabão que reveste a estátua, consertos de rachaduras e desnível de rejuntes, e reparos de manchas de umidade. Além disso, a empresa se comprometeu com a manutenção e conservação do Cristo até o final de 2015. Com cerca de 38 metros de altura, o monumento inaugurado em 1931 foi eleito, em 2007, uma das Setes Maravilhas do mundo e, em 2009, foi tombado como patrimônio nacional.

Igreja Santa Efigênia (MG)


A Igreja Matriz de Santa Efigênia é um importante monumento que faz parte do conjunto arquitetônico barroco de Ouro Preto, considerada cidade Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco. Sua construção teve início em 1733 e terminou somente em 1755. A autoria da planta da Matriz é atribuída a Manuel Francisco Lisboa, pai do escultor Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. Após seis anos fechada para restauração, a igreja foi aberta à comunidade em 2014. Com o patrocínio da Vale, pela Lei Rouanet, foi possível que os ladrilhos hidráulicos, a pintura externa, o entelhamento e os acessórios voltassem às suas características originais. Também foram instalados equipamentos de prevenção e combate a incêndio, que melhoraram a segurança e acessibilidade dos visitantes.

Antigo Liceu Maranhense (MA)

O casarão, sede da escola que formou muitas personalidades maranhenses como políticos, jornalistas, poetas e escritores, faz parte do Centro Histórico de São Luís. Estava desocupada há mais de três décadas e ocupa uma área de 1.800 m2, localizada em perímetro urbano considerado como Patrimônio Cultural da UNESCO. O sobrado foi construído antes dos anos 1800 e sofreu várias transformações até o século XX. Foi recentemente reaberto à população após um trabalho minucioso de restauro patrocinado pela Vale e hoje sedia o Centro Cultural Vale Maranhão. Todo o patrocínio foi realizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).


Igreja do Carmo (PA)

O prédio do século XVII é um marco da arquitetura barroca do Pará e foi restaurado com o patrocínio da Vale, via Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet). As obras iniciaram em 2013 e possibilitaram a revitalização e preservação de pisos, forros, fachada, iluminação, impermeabilização do telhado e das calhas e, também, da capela da ordem terceira. Este foi o primeiro projeto completo de restauração da Igreja, que é a mais antiga da capital paraense.


Catedral Metropolitana de Vitória (ES)


Símbolo da cidade de Vitória, a Catedral foi tombada pelo Conselho Estadual de Cultura em maio de 1984 e é um dos monumentos religiosos mais relevantes do Espírito Santo. Sua construção teve início em 1920, sendo concluída na década de 1970. Em 2013, a Vale patrocinou as obras de troca do telhado da igreja e a elaboração do projeto estrutural de restauração arquitetônica integrada, elétrico, de segurança, iluminação, sonorização e climatização do espaço. Já em 2015, foram realizadas as obras de restauro da parte interna e externa da Catedral, com a troca dos vitrais e sinos, resgatando o aspecto original do altar da igreja e melhorando a sonoridade para os moradores da região. O patrocínio foi realizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

 

Leia mais

​​​

Conheça 5 patrimônios históricos recuperados com apoio da Vale