Dia Internacional dos Povos Indígenas: entenda como é o relacionamento da Vale com estes povos e os desafios durante a pandemia

Sobre a Vale

11/08/2020

Dia Internacional dos Povos Indígenas: entenda como é o relacionamento da Vale com estes povos e os desafios durante a pandemia

banner com imagem de jovens indígenas banner com imagem de jovens indígenas

O Brasil conta com uma população de mais de 800 mil indígenas que falam 274 línguas. A Vale valoriza esta diversidade e se relaciona com diversos povos indígenas (14 no Brasil e outros em outros países, como por exemplo: Canadá, Peru e Nova Caledônia). No Brasil, esse trabalho é feito por uma equipe de mais de 20 profissionais com formação e experiência no tema e com apoio de assessorias indigenistas e antropológicas. Em sua maioria, esses profissionais residem nas regiões próximas às terras indígenas, o que permite contato e diálogo permanentes. Além disso, a Vale capacita empregados, fornecedores e parceiros que têm interface com esses povos, para que ajam em linha com as diretrizes da empresa.

“Acreditamos ser possível equilibrar o desenvolvimento econômico promovido pela mineração com o respeito às especificidades sociais, culturais, modos de vida e a relação diferenciada dessas populações com o território. Para isso, temos o desafio de construir um relacionamento de parceria e confiança, pautado pela escuta ativa, pela gestão responsável dos nossos impactos e pela contribuição para o etnodesenvolvimento dessas populações”, explica Thais Pereira, Gerente de  Relacionamento com Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais da Vale.

Em sua Política Global de Direitos Humanos, a Vale se compromete  com o Posicionamento de Povos Indígenas e Mineração do Conselho Internacional de Mineração e Metais (ICMM), com o cumprimento de legislações específicas aplicáveis, bem como segue os princípios da Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas (UNDRIP) e da Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Como atuamos na pandemia da COVID-19

Imagem de doações durante a pandemia

O principal meio de interação com essas comunidades são nossos profissionais, que estão presentes junto às comunidades por meio de visitas, de reuniões de trabalho, do acompanhamento de projetos e programas e da gestão de manifestações (solicitações, reclamações, entre outros). Mesmo com o distanciamento social ocasionado pela pandemia da COVID-19, a Vale tem feito diversos esforços para manter esse relacionamento ativo, trabalhando de forma participativa com as comunidades e desenvolvendo novas forma de se relacionar virtual e/ou remotamente.

Para isso, por exemplo, no âmbito dos Programas de Fortalecimento Institucional e Atividades Produtivas que são parte dos Planos Básicos Ambientais do

Componente Indígena e Quilombola das Estradas de Ferro Vitoria Minas e de Carajás a Vale desenvolveu  a iniciativa “pílulas de conhecimento”, junto com os povos Tupiniquim e Guarani , que envolve o envio por WhatsApp de pequenos conteúdos com orientações para suas cadeias produtivas em formato de vídeos e animações, que são encaminhados uma vez por semana, com solicitação de que o exercício apresentado na pílula seja devolvido até a semana seguinte. Com essa metodologia, foi  possível continuar com os trabalhos de acompanhamento de projetos, realizar capacitações e manter o diálogo remotamente com nove comunidades por meio da interne

Também foram enviados vídeos de orientação quanto à necessidade do uso da máscara e higienização das mãos para evitar o contágio da COVID-19. A empresa apoiou a política pública de saúde e fez doações significativas para as instituições públicas responsáveis pela saúde indígena. Entre as doações estão itens de limpeza, insumos hospitalares e equipamentos de proteção individual (EPIs)para os profissionais que prestam atendimento nas aldeias e criação de infraestruturas provisórias de quarentena e suporte ao atendimento nas terras indígenas.

No Canadá, a Vale anunciou em 16 de março que a mina de Voisey's Bay entraria em um período de "care and maintenance" por quatro semanas devido a sua localização remota e como precaução para ajudar a proteger a saúde das comunidades indígenas Nunatsiavut e Innu em Labrador diante da pandemia. Neste país, A Vale também implementou uma estratégia de emprego do norte e lidera uma série de iniciativas que visam o engajamento das comunidades indígenas e a integração de comunidades isoladas no mercado de trabalho. No norte de Manitoba, mais de 250 funcionários de 15 comunidades locais se juntaram à força de trabalho da empresa. Além disso, as empresas indígenas representam cerca de 80% dos contratos comerciais para apoiar as operações da Vale na mina Voisey’s Bay.

Entenda o que significa “povos indígenas” e “comunidades tradicionais”

 ilustração de indígena

Povos indígenas são grupos de pessoas cujas condições sociais, culturais, políticas e econômicas as distinguem de outros setores da comunidade nacional dominante. São consideradas indígenas por descenderem de populações que habitaram um país ou uma região geográfica ao qual o país pertencia no momento da colonização ou do estabelecimento das atuais fronteiras do país. Já as comunidades tradicionais são grupos culturalmente diferenciados e que se reconhecem como tais, que possuem formas próprias de organização social, que ocupam e usam territórios e recursos naturais como condição para sua reprodução cultural, social, religiosa, ancestral e econômica, utilizando conhecimentos e práticas transmitidos pela tradição. Entre eles estão as comunidades quilombolas,  pescadores artesanais e as quebradeiras de coco – grupos com grande interface com a Vale.

mini banner com o texto  

9 de agosto – Dia Internacional dos Povos Indígenas

O Dia Internacional dos Povos Indígenas foi instituído em dezembro de 1994 pela Assembleia Geral das Nações Unidas. Os membros da Organização das Nações Unidas (ONU) escolheram o dia 9 de agosto porque nessa data, em 1982, ocorreu a primeira reunião do Grupo de Trabalho sobre Populações Indígenas. De acordo com a ONU, a data busca afirmar os direitos humanos garantidos a todos esses indivíduos, distribuídos entre cerca de cinco mil etnias distintas espalhadas por mais de 90 países

Diferença faz toda a Diferença
​​​​​
​​ ​​​​​​​​​

Dia Internacional dos Povos Indígenas: entenda como é o relacionamento da Vale com estes povos e os desafios durante a pandemia