Sobre a Vale

23/09/2022

Dia Internacional Contra Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças: nosso dever é combater

23 de setembro é marcado pelo Dia Internacional Contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças. A data foi criada com o objetivo de alertar e mobilizar a sociedade no enfrentamento a esse problema que ainda se faz tão presente no mundo todo.

As estimativas globais de 2021 indicam um total de 6,3 milhões de pessoas em situações de exploração sexual comercial forçada em apenas um dia. E, de acordo com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, metade de todos os casos identificados como tráfico de pessoas em 2018 envolviam tráfico para fins de exploração sexual.


Ícone em verde e amarelo em formato de lupa  

O que configura Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças?

De acordo com a Convenção de Palermo, essa prática consiste no recrutamento, transporte, transferência, alojamento ou acolhimento de pessoas, recorrendo à ameaça ou uso da força ou a outras formas de coação, ao rapto, à fraude, ao engano, ao abuso de autoridade ou à situação de vulnerabilidade ou à entrega ou aceitação de pagamentos ou benefícios para obter o consentimento de uma pessoa que tenha autoridade sobre outra para fins de exploração.

 

Já exploração inclui, no mínimo, a exploração da prostituição de outra pessoa ou outras formas de exploração sexual, o trabalho ou serviços forçados, escravatura ou práticas similares à escravatura, a servidão ou a remoção de órgãos.


- As estimativas globais de 2021 indicam um total de 6,3 milhões de pessoas em situações de exploração sexual comercial forçada em um determinado dia. 

                    -O gênero é um fator determinante crítico - quase quatro em cada cinco das pessoas presas em situações de exploração comercial forçada são meninas ou mulheres. 
                    
                    - Um total de 1,7 milhões de crianças estão em exploração sexual comercial. Esse número representa mais da metade de todas as crianças em trabalhos forçados.  
- As estimativas globais de 2021 indicam um total de 6,3 milhões de pessoas em situações de exploração sexual comercial forçada em um determinado dia. 

                    -O gênero é um fator determinante crítico - quase quatro em cada cinco das pessoas presas em situações de exploração comercial forçada são meninas ou mulheres. 
                    
                    - Um total de 1,7 milhões de crianças estão em exploração sexual comercial. Esse número representa mais da metade de todas as crianças em trabalhos forçados.

Por que esse é um problema de todos nós?

Muitas das vítimas do tráfico de pessoas se encontram em condições caracterizadas como “trabalho forçado”. De acordo com dados de uma pesquisa realizada pela Organização Internacional das Nações Unidas, em parceria com a Walk Free e a Organização Internacional para as Migrações (OIM), a maioria dos casos registrados em 2021 foi encontrada no setor privado.

Como uma mineradora de atuação global, temos consciência da importância do nosso papel no combate a esse problema. Por meio da nossa parceria com a Childhood Brasil, temos realizado diversas ações de conscientização junto aos empregados no enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Uma dessas ações é o “Programa na Mão Certa”, que promove a sensibilização de motoristas de caminhões a serviço da nossa empresa para que atuem como agentes de proteção dos direitos das crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras.

Nossa empresa também possui uma série de medidas para garantir que casos de trabalho infantil e análogos à escravidão – algumas das principais consequências do tráfico de pessoas – não ocorram entre nossos empregados diretos, terceiros e fornecedores.

​​

Dia Internacional Contra Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças: nosso dever é combater