Doação de equipamentos de proteção e testes rápidos reforçam combate ao coronavírus no Pará

Sobre a Vale

29/05/2020

Doação de equipamentos de proteção e testes rápidos reforçam combate ao coronavírus no Pará

 imagens de materiais em caixas
Vale entregou nova doação, agora de 408 mil itens de equipamentos de proteção individual (EPI) ao Governo do Pará

A solidariedade tem mostrado a sua força na luta contra a propagação do coronavírus. As grandes empresas têm apoiado o poder público das mais variadas formas possíveis. O setor mineral não tem sido diferente e toda a ajuda converge para salvar vidas e proteger os profissionais que atuam na linha de frente à Covid-19. É com este objetivo que  a Vale entregou, na quinta-feira, 28, doação de 408 mil itens de equipamentos de proteção individual (EPI) ao Governo do Pará. São 300 mil máscaras cirúrgicas, 48 mil aventais médicos, 60 mil luvas descartáveis e 180 óculos de proteção destinados a esses profissionais. Anteriormente, a mineradora havia doado diretamente ao Estado 30 mil kits de testes rápidos.

Desde abril, a Vale tem feito a doação de equipamentos de proteção individual a onze hospitais de municípios onde a empresa desenvolve as suas operações. Somado à doação desta quinta-feira (28/5), são 3,8 milhões de EPIs e 108 mil kits de testes rápidos. "Esses EPIs são importantes para proteger as equipes de saúde que estão na linha de frente na luta contra a pandemia do novo coronavírus no Pará", explica José Fernando, gerente de Relações Governamentais da Vale.

imagens de materiais em caixas
São máscaras cirúrgicas, aventais médicos, luvas descartáveis e 180 óculos de proteção destinados aos profissionais que saúde que atuam na linha de frente no combate a pandemia

A Vale tem adotado uma série de iniciativas para apoiar os governos e os municípios no combate à pandemia da Covid-19. No Pará,  a empresa ajudou na implantação de um hospital de campanha em Parauapebas, reformou uma nova ala do hospital público no mesmo município para atendimento a pacientes da Covid, além de ter doado mais de 390 equipamentos hospitalares para quatro hospitais da região, sendo dois em Parauapebas e dois em Canaã dos Carajás.  

Um total de 3,4 milhões de equipamentos de proteção individual foram divididos entre os onze hospitais do sul e sudeste do Pará, além do Governo do Estado. Os beneficiados são: Hospital Municipal de Marabá; Hospital e Maternidade Elcione Barbalho (Curionópolis); Hospital Municipal Daniel Gonçalves e Hospital 5 de Outubro (Canaã dos Carajás); Hospital Geral de Parauapebas Manoel Evaldo Benevides Alves e Hospital Yutaka Taketa (Parauapebas); Hospital Regional Público do Araguaia (Redenção); Hospital Santa Lúcia e Hospital Municipal Jadson Pesconi (Ourilândia do Norte); Hospital e Maternidade Santo Agostinho e Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Nazaré (Tucumã).

A Vale também apoiou a higienização de ruas e ambientes públicos em Belém, Parauapebas, Ourilândia, Tucumã e Canaã dos Carajás, doando produtos como hipoclorito de sódio (12%) e detergente clorado, utilizados pelo poder público como reforço à desinfecção de espaços: praças, rodoviárias, paradas de ônibus, hospitais, unidades básicas de saúde e outras estruturas públicas que recebem a população em geral. Em Parauapebas, a empresa apoiou a implantação do Disque Covid, um serviço online, com atendimento 24 horas à população.

Segurança nas operações

A Vale está enfrentando o desafio da Covid-19, atuando na adaptação das suas operações e no apoio às comunidades.  Nas nossas operações, a Vale está trabalhando com um contingente mínimo de pessoas de forma a manter apenas as atividades essenciais com segurança.  Além do home office, adotado desde 16 de março, a empresa colocou em prática diversas ações para proteger a saúde e a segurança de seus empregados e terceiros,  como a manutenção dos trabalhadores acima de 60 anos ou com fatores de risco em casa, escalonamento de turnos e desinfecção constante dos ambientes, o uso obrigatório de máscaras nas unidades, triagem diária na chegada dos trabalhadores, com aferição de temperatura corporal e aplicação de questionário de saúde para 100% do efetivo, uso de tecnologia para rastreamento por onde os empregados passaram, além de outras medidas de distanciamento social, como aumento da frota de ônibus para reduzir lotação e maior distanciamento nos restaurantes.


Doação de equipamentos de proteção e testes rápidos reforçam combate ao coronavírus no Pará