Fundação Vale firma parceria para recuperação do Museu Nacional

Sobre a Vale

31/08/2019

Fundação Vale firma parceria para recuperação do Museu Nacional

imagem aérea do Museu Nacional
Museu fica na Quinta da Boa Vista (Foto: site do Museu Nacional)

A Vale assinou neste sábado (31) o protocolo de intenções do projeto “Museu Nacional Vive”. O documento formaliza a intenção dos parceiros de implantar um modelo de governança para o projeto de recuperação do espaço. A assinatura aconteceu no próprio museu e contou com a presença do diretor-executivo de Relações Institucionais, Comms e Sustentabilidade da Vale, Luiz Eduardo Osorio, representando a empresa.

O modelo de governança proposto para o museu nacional envolve a criação de um comitê executivo, um comitê institucional e um grupo de trabalho de segurança e sustentabilidade pós-inauguração, que serão fundamentais para a recuperação deste patrimônio. “Entendemos que esse é um marco fundamental e importante para a história do nosso país. Por isso, a Vale fará um aporte de até R$ 50 milhões para contribuir com a restruturação, recuperação e reconstrução do Museu Nacional”, explica Osorio.

O apoio da Vale à reconstrução do Museu Nacional está conectado à visão da empresa, que realiza apoios e patrocínios em diversos locais do país, buscando projetos que valorizem a identidade brasileira e incentivem a difusão do conhecimento. Ao longo dos últimos 10 anos, a empresa investiu quase meio bilhão de reais (R$ 490 milhões) via Lei Federal de Incentivo à Cultura. Em 2018, a Vale patrocinou, via esta lei, 24 projetos em 7 estados brasileiros.

Ao patrocinar museus e espaços culturais, fomentar suas programações e mantê-los de portas abertas, aproximamos pessoas e ideias, democratizamos o acesso e contribuímos para ampliar a visão de mundo de seus visitantes

Luiz Eduardo Osorio

Vale e Museu Nacional

O Museu Nacional é a mais antiga instituição científica do Brasil e o maior museu de história natural e de antropologia da América Latina. A Vale já era parceira da instituição: em junho de 2018, antes do incêndio, a empresa havia firmado patrocínio, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, para a realização de uma exposição de longa duração de Mineralogia e Geologia Econômica, que seria inaugurada em dezembro do ano passado, em comemoração aos 200 anos do museu.

Após o incêndio, a Vale patrocinou, com recursos próprios, o projeto para recuperação do setor de etnologia do museu no valor de R$ 1 milhão. Eventuais novos patrocínios para a reconstrução do museu deverão ser efetuados já com um novo modelo de governança do projeto implantado.

​​​​​​​​

Fundação Vale firma parceria para recuperação do Museu Nacional