Sobre a Vale

26/05/2014

Igreja Santa Efigênia é entregue à comunidade de Ouro Preto

Igreja Santa Efigênia A igreja é um dos símbolos da cultura barroca de Ouro Preto

Após seis anos fechada para restauração, foi reaberta no dia 10 de maio a Igreja Matriz de Santa Efigênia em Ouro Preto. Com o apoio da Vale, o projeto possibilitou que os ladrinhos hidráulicos, a pintura externa, o entelhamento e os acessórios voltassem às suas características originais. Também foram instalados equipamentos de prevenção e combate a incêndio.

Para celebrar a data, a comunidade do bairro Alto da Cruz, local onde a Matriz fica situada, se reuniu para organizar a festa de reabertura. Foi realizada uma procissão que marcou a retomada da imagem da Santa Efigênia para a Matriz e, logo após, houve uma missa celebrada pelo Arcebispo de Mariana Dom Geraldo Lyrio. “Não escondo que esse templo é um dos mais belos da nossa Arquidiocese: templo dos escravos, patrimônio artístico admirável e, sobretudo, um monumento da fé”, ressaltou.

A Igreja Matriz de Santa Efigênia é um importante monumento que faz parte do conjunto arquitetônico barroco de Ouro Preto, considerada cidade Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco. Sua construção teve início em 1733 e terminou somente em 1755. A autoria da planta da Matriz é atribuída a Manuel Francisco Lisboa, pai do escultor de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho.

​​
​​

Igreja Santa Efigênia é entregue à comunidade de Ouro Preto