​​ Novo Acordo de Acionistas: entenda melhor o que pode mudar na Vale

Sobre a Vale

09/06/2017

Novo Acordo de Acionistas: entenda melhor o que pode mudar na Vale

No dia em que a Vale completou 75 anos de atuação, dia 1° de junho, o gerente de Relações com Investidores, André Figueiredo, apresentou, no Rio de Janeiro, uma palestra sobre o Novo Acordo de Acionistas. “É uma transação que vai mudar a vida da empresa. Será realmente transformador. “Trata-se da transação mais simbólica e emblemática do mercado de capitais da história do Brasil. A Vale passou a ser exemplo e está instigando outras empresas a fazer o mesmo”, afirmou André.

Entenda melhor o novo Acordo de Acionistas que tornará a Vale uma True Corporation, ou Verdadeira Corporação, e permitirá que nossas ações sejam negociadas no Novo Mercado da Bolsa de Valores, um segmento de mercado da BOVESPA para empresas do mais alto nível de governança, gestão e transparência.

Como funciona hoje?

  • A Vale tem duas classes de ações: ações ordinárias (ON) e ações preferenciais (PN);
  • As ações ordinárias possuem direito a voto e as preferenciais não possuem direito a voto em algumas deliberações;
  • A Vale tem um grupo controlador, chamado Valepar, que detém 53,4% das ações ordinárias.

O que vai mudar?

  • A Vale deixará de ter ações preferenciais e poderá passar a ter 100% de ações ordinárias. Essa conversão é voluntária;
  • A empresa passará a ter um novo Estatuto Social, para atender às regras do Novo Mercado da Bolsa de Valores.
  • A Valepar abrirá mão do direito de controlar a empresa e será incorporada pela Vale.

Quando isso vai acontecer?

  • O primeiro passo é buscar a aprovação dos acionistas em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), a ser realizada no dia 27 de junho;
  • Caso seja aprovada a proposta, passa-se à etapa de conversão voluntária das ações preferenciais em ordinárias;
  • De 27 de junho a 11 de agosto, caso a transação seja aprovada na AGE, os acionistas poderão optar pela conversão de suas ações PNs em ONs;
  • Terminado o prazo de conversão voluntária, caso seja atingido o mínimo de 54,09% de conversão, a Valepar será incorporada pela Vale e seus acionistas passam a ter participação direta na Vale.

Quais são os principais benefícios?

  • Estabilidade e segurança para a companhia;
  • Melhores práticas de governança corporativa;
  • Aumento de liquidez;
  • Maior acesso a mercado de capitais;
  • Diversificação da base acionária.

Boletim de voto está disponível

O Boletim de Voto já está disponível no site

 

Saiba mais

​​​
​​​

Novo Acordo de Acionistas: entenda melhor o que pode mudar na Vale