Primeiro lote com 286 mil máscaras N95 compradas pela Vale na China chega ao Brasil

Sobre a Vale

12/04/2020

Primeiro lote com 286 mil máscaras N95 compradas pela Vale na China chega ao Brasil

Um avião cargueiro, fretado pela Vale, aterrissou na noite de ontem (11/04), às 23h29, no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), trazendo 286 mil máscaras N95 de um total de 2,54 milhões adquiridos e doados pela empresa ao governo brasileiro e que chegam até maio. O equipamento é o mais indicado para o uso de médicos e enfermeiros expostos a ambientes contaminados pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), que provoca a Covid-19.

No lote, além das máscaras N95, há 3,16 milhões de máscaras cirúrgicas descartáveis; 216 mil luvas; 450,1 mil aventais; e 2.250 óculos de proteção, perfazendo um total de pouco mais de 4,1 milhões de equipamentos de proteção individual (EPIs). Todos os EPIs serão doados ao governo federal, que fará a distribuição para unidades de saúde espalhadas pelo país.

No total, a Vale irá trazer mais de 600 toneladas de insumos para ajudar no combate à disseminação da doença no Brasil ao longo do mês de maio. São 15,8 milhões de EPIs e 5 milhões de kits de teste rápido de detecção do novo coronavírus viabilizados com a ajuda logística da empresa na China, país com o qual mantém uma parceria de quase 50 anos. Há ainda insumos – entre EPIs e kits – que serão entregues em regiões onde a Vale atua. Ao todo, estão sendo usadas 14 aeronaves, das quais 12 cargueiros e dois aviões de carreira.

O voo que chegou hoje em Guarulhos partiu nas primeiras horas de sábado do Aeroporto Internacional de Guangzhou Baiyun, na província chinesa de Guangdong. Este foi o primeiro dos 12 cargueiros que deverão ser fretados pela Vale. Os dois primeiros aviões, de carreira, chegaram em 30 de março e na última quinta-feira (8/04). Até agora, a empresa já entregou ao governo brasileiro 1,5 milhão de kits de teste rápido e pouco mais de 5 milhões de equipamentos de proteção para profissionais de saúde. Todas as aquisições feitas pela Vale na China seguem estritamente as recomendações e especificações técnicas do Ministério da Saúde.

“A Vale oferece essa ajuda à sociedade brasileira em um momento em que o país se une pela saúde e segurança das pessoas. Estamos lançando mão da nossa rede de logística na Ásia para trazer ao Brasil insumos que poderão fazer a diferença na vida das pessoas”, afirma o diretor-presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo.

Galeria de imagens

 
 
 
 
 

Saiba mais sobre os itens

 

​​​​​

Primeiro lote com 286 mil máscaras N95 compradas pela Vale na China chega ao Brasil