Inscrições de projetos sociais para o Programa Comunidade Participativa vão de 17 de abril a 10 de maio

Sobre a Vale

02/04/2019

Inscrições de projetos sociais para o Programa Comunidade Participativa vão de 17 de abril a 10 de maio

Acontece, em abril, o processo de inscrição dos projetos sociais do Programa Comunidade Participativa (PCP) 2019. Já na sua 13ª edição neste ano, o PCP é uma iniciativa da Vale no Mato Grosso do Sul que oferece apoio financeiro a organizações que atuam nas áreas de Capacitação Profissional, Geração de Trabalho e Renda, e Promoção e Proteção Social, nos municípios de Corumbá e Ladário. As inscrições de projetos começam no dia 17 de abril e vão até 10 de maio.

Instituições contempladas pelo Programa Comunidade Participativa em 2018

O programa já contemplou 80 organizações da região, beneficiando mais de 21 mil pessoas direta e indiretamente. Seu diferencial é que a escolha dos projetos contemplados é feita pela própria comunidade, abrindo novas perspectivas de vida e promovendo a cidadania.

Para Jeferson Braga, ex-diretor do Clube Formigas, instituição atendida pelo PCP em seis edições anteriores, o programa é de grande importância para a comunidade.

O PCP da Vale realizou muitos sonhos de adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Um programa extremamente sério e sem burocracia, que contribui na geração de oportunidades e na transformação social

Jeferson Braga, ex-diretor do Clube Formigas

Detalhes do Programa Comunidade Participativa

As iniciativas sociais inscritas no PCP da Vale devem melhorar a qualidade de vida do seu público-alvo. Isso deve ser feito por meio de ações relacionadas a uma das categorias abaixo.

Geração de Trabalho e Renda: iniciativas que promovam a integração de indivíduos de baixa renda ao mercado de trabalho, proporcionando ganhos de renda, de autonomia e de protagonismo social.

Capacitação Profissional: iniciativas que visem a formação e qualificação de indivíduos de modo a possibilitar sua inclusão nos processos produtivos.

Promoção e Proteção Social: iniciativas destinadas ao atendimento das necessidades básicas dos indivíduos, mais precisamente em prol da família, maternidade, infância, adolescência, pessoas idosas, bem como a habilitação e reabilitação das pessoas com deficiência e a promoção de sua integração à vida comunitária.

Fique por dentro

Quem pode participar?

Podem participar do PCP instituições sem fins lucrativos que desenvolvam projetos sociais, tais como: associações comunitárias (de bairro, religiosas, recreativas, filantrópicas), fundações, cooperativas, organizações da sociedade civil de interesse público (OSCIP) e organizações sociais. As instituições devem ser constituídas, possuindo estatuto social, diretoria eleita, CNPJ e conta corrente de pessoa jurídica.

A Casa de Recuperação Infantil Padre Antônio Müller (CRIPAM) foi uma das instituições contempladas pelo PCP em 2018. Com o objetivo de capacitar, orientar e dar oportunidades de geração de renda à jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social, a iniciativa favorece a rotação de capital familiar por meio da panificação artesanal.

Como realizar a inscrição do projeto social?

O Encontro de Esclarecimento, a ser realizado no dia 16 de abril, tem como objetivo apresentar o regulamento do programa e tirar dúvidas. Se você conhece alguma instituição que desenvolva projetos sociais ou mesmo está à frente de alguma iniciativa, realize sua inscrição entre os dias 17 de abril e 10 de maio.

E para realizar a inscrição, o interessado deve preencher o formulário, com dados da instituição e da iniciativa, e a planilha de orçamento, com os valores a serem desembolsados durante a realização do projeto. Ambos documentos devem ser entregues na Vale (Rua Cabral, 1.555 – Centro), aos cuidados de um representante da área de Relações com Comunidades, das 8h às 11h30 e 13h às 17h.

Para mais informações, clique aqui e consulte o regulamento. Você também pode esclarecer dúvidas pelo telefone (67) 3234-2338.

Representantes de instituições interessadas em apresentar projetos sociais devem, preferencialmente, participar do Encontro de Esclarecimento 2019.

Próximos passos

Após a realização da inscrição entre os dias 17 de abril a 10 de maio, as iniciativas serão pré-selecionadas por um Comitê Técnico, designado pela Vale, formado por instituições públicas, privadas e terceiro setor. No dia 11 de junho será realizado o Encontro da Comunidade para apresentação das iniciativas sociais inscritas e seleção daquelas contempladas.

Instituições contempladas no Programa Comunidade Participativa 2018

 
 
 
 
 

Confira as instituições contempladas em 2018
  • Atlético Clube São José
  • Centro Evangélico de Recuperação Deus é Amor
  • Associação Esportiva Vencer
  • Grupo de Ação Prevenção e Apoio às Pessoas Vivendo com HIV/Aids de Corumbá - MS
  • Associação Master de Atletismo de Mato Grosso do Sul
  • Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais
  • Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Assentamento 72
  • Associação dos Aposentados, Pensionistas e Pessoas Idosas de Ladário - AAPPIL
  • Instituição Adventista Central Brasileira de Educação e Assistência Social - Clube de Desbravadores Formigas
  • Rede Feminina de Combate ao Câncer de Corumbá MS
  • Liga das Senhoras Católicas da Diocese de Corumbá
  • Instituto da Mulher Negra do Pantanal - IMNEGRA
  • Associação dos Moradores da Comunidade de Antonio Maria Coelho
  • Cooperativa dos Produtores Rurais da Agricultura Familiar de Corumbá, Ladário e Região - Coop. São Francisco
  • Instituto Rural Santa Mônica Pantanal dos Paiaguás

Números e conquistas alcançadas com o apoio das comunidades de Corumbá e Ladário

A empregada da Vale, Marcia Hindi, responsável pelo programa, relata com orgulho como é fazer parte deste projeto. “Nestes 13 anos, a Vale já contribuiu com o repasse de recursos financeiros para o desenvolvimento de cerca de 200 iniciativas sociais. E, com certeza, isso só é possível graças ao apoio da nossa empresa e de instituições sociais que acreditam na transformação social da nossa região e fazem a diferença na vida das pessoas”.

​​​​​​​​​
​​​​

Inscrições de projetos sociais para o Programa Comunidade Participativa vão de 17 de abril a 10 de maio