Sobre a Vale

03/05/2022

Reserva celebra o Dia Mundial de Conservação das Antas

​​

A anta é um dos mamíferos mais importantes presentes nas florestas brasileiras, principalmente na Mata Atlântica. Uma das espécies de anta, Tapirus terrestris, vive no Bloco Florestal Linhares-Sooretama, no Espírito Santo e é considerada criticamente ameaçada de extinção no Estado.

No dia 27 de abril foi comemorado o Dia Mundial da Anta, data criada com objetivo de conservação das quatro espécies encontradas no mundo. É um bom momento para mostrarmos às pessoas o quanto esses animais são incríveis, e mesmo assim ameaçados.

As antas são conhecidas como Jardineiras das Florestas, pois são animais herbívoros que consomem uma grande quantidade frutos de mais de 150 espécies, desempenhando importante papel na dispersão de sementes e, assim, contribuindo com a estrutura e diversidade de plantas que ocorrem no local.

Imagem de uma anta no meio da floresta. Há várias folhas no chão e o fundo da imagem é escuro.
Foto: Expedicionários Fotografia & Natureza

O bloco Bloco Florestal Linhares-Sooretama é formado por quatro reservas que juntas representam 11% dos remanescentes de Mata Atlântica do estado do Espírito Santo. Uma é a Reserva Natural Vale, o maior ativo ambiental da Vale, que conta com aproximadamente 23 mil hectares de floresta. Outra é a Reserva Biológica de Sooretama, unidade de proteção integral mantida pelo ICMBio com mais de 27 mil hectares, que a Vale ajuda a proteger há mais de 20 anos. O bloco florestal é um excelente lugar para a anta viver, pois ela precisa de um grande território para buscar alimentos e se sentir protegida.

Nosso parceiro nesta ação de preservação das antas, o Instituto Pró-Tapir para a Biodiversidade, estuda os mamíferos ungulados (anta, cateto, queixada e veados) há mais de 10 anos, realizando pesquisas e ações de educação ambiental.

Celebração em data especial

No período de 26 a 29 de abril, foram realizadas ações de sensibilização ambiental sobre a conservação e ecologia das antas no complexo Florestal Linhares-Sooretama, com contação de histórias, entrega de kits educativos e produção de uma lembrancinha em madeira de reaproveitamento, onde cada criança pode expressar de forma individual e criativa o que aprendeu.

As ações aconteceram na Reserva Natural Vale, na Rebio de Sooretama e no entorno da Unidade de Conservação. Destacamos a execução da ação na EMEIEF Welton Altoe Caliman, Córrego do Tesouro - Vila Valério, onde foi possível trabalhar todo o público escolar, entre alunos, educadores e funcionários.

Foram atendidas seis escolas com aproximadamente 300 pessoas, sendo 244 crianças. Acreditamos que a ação possibilitou a criação de laços dos participantes com o meio ambiente onde estão inseridos.

Acesse o site do Instituto Pró-Tapir para a Biodiversidade para conhecer mais

​​

Reserva celebra o Dia Mundial de Conservação das Antas