Vale adota medidas preventivas em Rio Preto

Sobre a Vale

22/03/2019

Vale adota medidas preventivas em Rio Preto

O Encerramento do Estado de Emergência da Pequena Central Hidrelétrica (PHC) Mello, em Rio Preto, Minas Gerais, foi declarado pela Vale na tarde da terça-feira (19/03).

Na quarta-feira pela manhã (20/03), a Vale reuniu-se com os moradores da zona de autossalvamento (ZAS). No encontro, a Vale apresentou o relatório da empresa externa de engenharia contratada e suas conclusões, atestando as condições de estabilidade da barragem.

A Vale explicou para a comunidade os fatores que levaram ao acionamento do nível de emergência da barragem, bem como ao retorno do estado de alerta. Os principais fatores destacados foram: que a estrutura da barragem não apresentou nenhum dano, e que houve redução no nível de água.

A Vale também esclareceu à comunidade que houve uma revisão no limite de segurança do nível de água da barragem. De forma preventiva, os moradores situados na mancha de inundação da zona de autossalvamento foram orientados que não retornassem para suas residências.

Para acomodar essas pessoas, a Vale disponibilizou residência temporária por um período de aproximadamente 3 meses até que as obras de reforço da barragem sejam concluídas.

Em função da possibilidade de um novo acionamento do nível de emergência em decorrências do volume de chuvas que poderá ocorrer na região, a Vale transformou os pontos de bloqueio (Quitote, Campo do Lico e no entroncamento com Furtado) em pontos de monitoramento.

O acesso passou a ser monitorado e controlado de forma a garantir a segurança das pessoas que transitam pela ZAS. A Vale reitera que está prestando toda a assistência e apoio necessários à comunidade até que a obra seja concluída e a situação, completamente normalizada.

Veja outras notícias

Vale adota medidas preventivas em Rio Preto