Sobre a Vale

25/11/2021

Vale Day 2021: Vale apresenta avanços na reparação e estratégias para mineração sustentável


A Vale apresentou na segunda-feira (29/11) as perspectivas para os próximos anos, em um encontro com investidores, em Nova Iorque, que foi transmitido ao vivo. O Diretor-Presidente, Eduardo Bartolomeo, abriu o evento reforçando que a prioridade da Companhia continua sendo a reparação de Brumadinho de forma célere e justa. O Diretor-Presidente também anunciou a ambição social da Vale:

“Ser uma empresa parceira no desenvolvimento de comunidades autônomas, engajada em temas relevantes para a humanidade e comprometida com a mineração sustentável”

Para alcançar esse objetivo, a Vale definiu três metas sociais para 2030: figurar entre as três empresas do setor mais bem posicionadas nos requisitos sociais de acordo com as principais avaliações externas em mineração sustentável; retirar 500 mil pessoas da pobreza extrema; e colaborar com as comunidades indígenas vizinhas a todas as operações da Vale na elaboração e execução de seus planos em busca de direitos previstos na Declaração da ONU sobre os Direitos dos Povos Indígenas. ​​​​​​​​​​​

A Vale tem um histórico de engajamento e apoio social e um papel relevante nas localidades onde atua, mas queremos fazer mais. Para isso, consideramos na nossa ambição social ser um parceiro que possibilite o desenvolvimento e a autonomia das comunidades com as quais nos relacionamos, a partir do tripé educação-saúde-renda”

Eduardo Bartolomeo, Presidente da Vale.

Eduardo Bartolomeo participou do encontro junto com alguns dos Vice-Presidentes da Vale, entre eles: Alexandre D'Ambrosio (Vice-Presidente Executivo de Jurídico e Tributário), Carlos Medeiros (Vice-Presidente Executivo de Segurança e Excelência Operacional), Gustavo Pimenta (Vice-Presidente Executivo de Finanças e Relações com Investidores​), Luciano Siani (Vice-Presidente Executivo de Estratégia e Transformação de Negócios), Marcello Spinelli (Vice-Presidente Executivo de Ferrosos) e Mark Travers (Vice-Presidente Executivo de Metais Básicos).

Confira os principais pontos divulgados no Vale Day 2021:

Reparação

Seguindo o compromisso de reparação social e ambiental da região de Brumadinho, a Vale firmou um acordo, em fevereiro de 2021, junto com o Poder Público e instituições de justiça, para reparação integral da área afetada. Confira algumas ações recentes:

Acordo de indenizações

Quase 12 mil pessoas já foram cobertas por acordos individuais, com valor total equivalente a R$ 2,7 bilhões de reais.

Segurança da água

Nova etapa da adutora de 11 km concluída e um novo sistema de captação de água do rio Paraopeba, que continua com monitoramento permanente.

Infraestrutura

Creches e unidades de saúde da família estão entre as obras sociais para infraestrutura urbana entregues pela Vale

Saúde

O programa de saúde foi expandido de 11 para 15 cidades e profissionais foram capacitados para o atendimento.

Pessoas

A Vale antecipou em cinco anos, para 2025, a meta de atingir 26% de representatividade de mulheres na força de trabalho. Atualmente, o percentual de mulheres na Vale é de 18,7% contra 13,5% em 2019, quando a Companhia firmou a meta para mulheres dentro de uma estratégia de diversidade global. A Vale anunciou que pretende alcançar 40% de empregados negros em funções de liderança no Brasil até 2026, contra 29%, número registrado após a realização de um censo autodeclaratório com os empregados no Brasil.

Segurança

Investindo nos melhores padrões internacionais de segurança, a Vale seguiu com programa de descaracterização de suas barragens a montante. Desde 2019, 7 barragens a montante foram eliminadas e, até 2035, outras 23 remanescentes passarão pelo mesmo processo.

Além das barragens, outros processos para aumentar a segurança dos funcionários têm sido realizados e a Taxa Total de Frequência de Lesões Registráveis (TRIFR) caiu 35% de 2018 para 2021.

Novo Pacto com a Sociedade

Para alcançar sua ambição social, a Vale definiu três metas sociais para 2030:

  • figurar entre as três empresas do setor mais bem posicionadas nos requisitos sociais de acordo com as principais avaliações externas em mineração sustentável;
  • retirar 500 mil pessoas da pobreza extrema;
  • colaborar com as comunidades indígenas vizinhas a todas as operações da Vale na elaboração e execução de seus planos em busca de direitos previstos na Declaração da ONU sobre os Direitos dos Povos Indígenas
Carbono Zero

Em busca da neutralidade de carbono até 2050, a Vale tem como meta reduzir as emissões de escopo 1 e 2 em 33% até 2030. Além disso, já em 2025 toda energia utilizada no Brasil será renovável, meta que será alcançada globalmente em 2050.

No âmbito florestal, +120.000 ha de florestas serão protegidas até o final de 2021, totalizando 1,1 milhão de ha, sendo 80% na Amazônia. Até 2030, o objetivo é proteger e recuperar +500.000 há, chegando a 1,5 milhão.

Em relação a emissões no Escopo 3, importantes avanços aconteceram, por meio de parceria e engajamento com clientes e fornecedores passos foram dados para descarbonização da indústria siderúrgica e para redução das emissões na navegação.

Minério de Ferro

Em linha com o pilar estratégico Maximizar o flight-to-quality no Minério de Ferro, a Vale tem investido em novas formas de operar, reduzindo sua dependência de barragens de rejeitos, através do desenvolvimento de soluções de processamento a seco, desenvolvendo soluções de concentração a seco, filtragem de rejeitos e destinação do rejeito arenoso com um co-produto.

De 2019 a 2021, US$ 1,2 bilhão foram investidos em plantas de filtragem e pilhas de disposição e, entre 2022 e 2025, mais US$ 1,3 bilhão serão destinados a este propósito.

A Vale alcançará 400 Mtpa de capacidade no médio prazo com sua nova forma de operar. Em 2022, estão entre as principais entregas o start-up das plantas de filtragem de rejeitos de Brucutu/Itabira, o start-up dos projetos Gelado e S11D 100 Mtpa e o start-up da barragem Torto. A abordagem de value over volume continuará definindo a estratégia de produção e venda.

De modo a melhorar o portfólio da Vale, a Companhia busca desenvolver soluções para a descarbonização da indústria siderúrgica, através do aumento da produção de minérios de alta qualidade, a concentração a seco para aumento do percentual de ferro, a liderança na produção de produtos de carga direta (pelotas e briquete verde) e soluções asset-light através de parcerias.

Em destaque, o briquete verde, lançado em setembro de 2021, é uma solução inovadora ambientalmente amigável que foi desenvolvida durante 18 anos e possui processos de patenteamento em 47 países. A solução tem aplicação para rota BF-BOF, podendo reduzir em mais de 10% as emissões de CO2 quando substituída a etapa de sinterização, e a rota de redução direta, com capacidade de ofertar volumes para uma crescente demanda.

Metais Básicos

No que diz respeito aos Metais Básicos, tivemos muitos desafios em 2021. Entre eles, ampla revisão focada em segurança dos processos operacionais, resultando em uma profunda reavaliação dos padrões, procedimentos, treinamento e supervisão das atividades de manutenção, atividades críticas de manutenção no moinho de Sossego e no forno de Onça Puma e 2 meses de interrupção do trabalho em Sudbury, além de atrasos em manutenções programadas devido à parada em Sudbury.

Para 2022, há marcos importantes em direção a recuperação do desempenho. Para entregarmos a produção de cobre, precisamos estabilizar a produção das minas do Atlântico Norte, melhorar a movimentação na mina de Salobo e realizar a manutenção planejada no moinho de Sossego.

Já na produção de níquel, precisamos estabilizar a produção das minas do Atlântico Norte também, realizar o ramp-up dos novos projetos (VBME - Extensão da Mina de Voisey’s Bay e CCM1 - Mina 1 de Copper Cliff), estabilizar a operação de Onça Puma e executar a reforma do forno de PTVI.

A Vale segue avançando na entrega do projeto Salobo 3 em Carajás e continua empenhada no desenvolvimento de novos projetos de crescimento na região tal como o projeto Alemão que, uma vez implementado, deverá adicionar uma produção de aproximadamente 60 kt de cobre por ano.

Na Indonésia, concluímos a avaliação de alternativas para o estudo de pré-viabilidade do projeto Hu’u. Atualmente estimamos que o depósito de Onto contenha 17,4 Mt de cobre e 32 Moz de ouro em recursos (equivale a um aumento de ~15% no cobre contido desde fevereiro de 2020).

A produção estimada de cobre do projeto é de 300-350 ktpa durante o pico de produção, com uma vida útil prevista de mais de 45 anos. O estudo de pré-viabilidade deve ser concluído em 2024.

No Atlântico Norte, a Vale está bem-posicionada em relação ao mercado de veículos elétricos do Atlântico Norte, entre as novidades está um acordo assinado com OEM “Original Equipment Manufacturer” para vender 5% do níquel Classe I para a América do Norte com uma meta de atingir entre 30-40% de Ni para a indústria de veículos elétricos.

Downloads e replay​

Assista ao replay da webcast, apenas em inglês, e faça o download da apresentação.

​​​
​​​

Vale Day 2021: Vale apresenta avanços na reparação e estratégias para mineração sustentável