Vale é a empresa internacional com a maior liquidez na Bolsa de Nova Iorque

Sobre a Vale

25/08/2017

Vale é a empresa internacional com a maior liquidez na Bolsa de Nova Iorque

O gerente-executivo de Relações com Investidores da Vale, André Figueiredo, concedeu entrevista na qual fala sobre os próximos passos e desafios da empresa em função de sua nova governança. Nesse bate-papo, André também fala sobre como a Vale passará a ser vista pelo mercado, o envolvimento do diretor-presidente da empresa, Fabio Schvartsman, e de algumas áreas no processo de conversão das ações.


Fabio Schvartsman foi o embaixador dessa transação e o diretor-executivo de Finanças e Relações com Investidores, Luciano Siani Pires, liderou a equipe de Relações com Investidores. O resultado alcançado não seria possível sem o envolvimento das pessoas que acreditaram e fizeram acontecer. Contamos com o apoio de muitas áreas, que trabalharam lado a lado da equipe de RI: Controladoria, Comunicação, Recursos Humanos, Financeiro, Jurídico e TI.


Qual foi o maior desafio dessa operação?

O principal desafio é que ela precisava contar com apoio de todos os segmentos de acionistas da Vale: pessoas físicas, de fundos passivos, ativos, tanto no Brasil quanto no exterior. Lembrando que a Vale está operando em duas bolsas: Bovespa e Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE).

A Vale tem 265 mil acionistas e quase 2 bilhões de ações PNs no mundo todo. Se somarmos o segmento de fundo passivo mais pessoas físicas mais iCapital dá cerca de 1 bilhão e trezentas ações. Então, um dos maiores desafios era a adesão de pessoas físicas. No final, tivemos a adesão de quase 70% de pessoa física, um recorde histórico.

Alcançamos 84,4% de conversão das ações. Quais os próximos passos e desafios que teremos pela frente?

Como foi uma transação altamente suportada pelo mercado, agora devemos retirar os remanescentes do mercado, cerca de 15%. Então, agora estamos trabalhando nas alternativas para virar essa página e alcançar o mais rapidamente possível o novo mercado, que significa atingir um nível mais alto dentro da Bolsa de Valores. Só empresas que possuem 100% de ações ordinárias (ON), que conferem direitos aos seus acionistas minoritários similares aos dos seus controladores, é que podem participar desse segmento, que tem regras mais rígidas.


Depois da privatização, essa transação foi o evento corporativo mais importante da empresa”

Como a Vale já está sendo vista pelo mercado?

Como uma empresa com padrões internacionais. A Vale terá um nível de governança com os comitês que estão sendo criados, com o relacionamento mais próximo entre o Conselho e a Administração, a Vale terá o mesmo patamar das empresas internacionais. Então, a Vale e o mercado de capitais brasileiros saem fortalecidos.

Muitos empregados participaram da conversão das ações. Como você avalia esse envolvimento dos empregados com o tema?

Houve uma adesão fantástica dos empregados por meio do matching, programa que os líderes fazem parte, e também de empregados que tinham ações e converteram. Trabalhamos com o RH e o pessoal do Financeiro para criarmos uma ferramenta simples para facilitar essa conversão com foco em quem tinha o matching. Fizemos também 10 webcasts globais explicativas para que os empregados entendessem a transação e pudessem tomar uma decisão com mais informação. Tivemos uma participação de cerca de mil empregados de todo o mundo nas webcasts. Também recebemos muitas perguntas dos empregados pelo e-mail que disponibilizamos. Aprendemos que, em transações similares, houve uma valorização das ações 60 dias após a operação.


A Vale é a quarta empresa mais líquida de toda a Bolsa de Nova Iorque, entre 2.256 empresas, é a empresa da América Latina e também a empresa internacional com a maior liquidez”

Conte-nos algo que não sabemos sobre a operação.

A Vale é a quarta empresa mais líquida (mais negociada) de toda a Bolsa de Nova Iorque, entre 2.256 empresas, é a empresa da América Latina e também a empresa internacional com a maior liquidez. Acima da Vale, estão três empresas americanas: Bank of America (primeiro lugar), Ford (segundo) e Chesapeake Energy (terceira).

A Vale passa a ser um benchmark no mercado, um exemplo para outras empresas brasileiras para conferir mais direitos aos seus acionistas minoritários. Essa transação é um símbolo, uma referência, foi a maior transação desse porte no mercado brasileiro. A adesão de pessoas físicas, de cerca de 80%, foi um recorde.

 

Leia mais

​​​
​​

Vale é a empresa internacional com a maior liquidez na Bolsa de Nova Iorque