Ferrovias

Logística

Ferrovias

As ferrovias operadas pela Vale estão entre os grandes diferenciais competitivos da empresa. No Brasil, onde estão nossos maiores sistemas de mineração, operamos cerca de 2 mil quilômetros de malha ferroviária, e temos acordos para utilizar linhas em países da África e na Argentina.

Por meio da VLI, Valor Logística Integrada, também prestamos serviços de logística a terceiros. Operamos ainda trens de passageiros de longa distância em dois trechos importantes no país.

Para reforçar essa competitividade e sustentar a expansão de nossas operações, desenvolvemos projetos para o aumento da capacidade das ferrovias.

Conheça nossas principais ferrovias e projetos de expansão ferroviária:

  • Estrada de Ferro Vitória a Minas

    Brasil Brasil

  • Estrada de Ferro Carajás

    Brasil Brasil

Projetos

  • Duplicação da EFC

    Brasil Brasil

  • Corredor Nacala

    Moçambique Moçambique

  • Estrada de Ferro Vitória a Minas

    País: Brasil
    Extensão: 905 quilômetros
    Principais pontos conectados: Operações de minério de ferro do interior de Minas Gerais ao Porto de Tubarão, no Espírito Santo
    Cargas transportadas: Minério de ferro da Vale e carga geral para terceiros (carvão e produtos agrícolas)

    Opera serviço de trem de passageiros utilizado anualmente por 1 milhão de pessoas

  • Estrada de Ferro Carajás

    País: Brasil
    Extensão: 892 quilômetros
    Principais pontos conectados: Minas de Carajás, no Pará, ao Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, no Maranhão
    Cargas transportadas: Minério de ferro, ferro-gusa, manganês, cobre, combustíveis e carvão

    Opera serviço de trem de passageiros utilizado anualmente por 350 mil pessoas

  • Duplicação da Estrada de Ferro Carajás

    País: Brasil
    Descrição: Este projeto prevê aumentar de 130 milhões de toneladas métricas por ano (mtpa) para 150 mtpa a capacidade de transporte e escoamento das minas de Carajás, no Pará. Para isso, a Vale vai duplicar 115 quilômetros da Estrada de Ferro Carajás, comprar locomotivas e vagões e construir o quarto píer do Terminal Marítimo de Ponta da Madeira

  • Corredor Nacala

    País: Moçambique
    Descrição: Com o objetivo de ligar a mina de carvão Moatize a Nacala-à-Velha, onde a Vale construirá um porto marítimo de águas profundas, reabilitaremos 682 quilômetros de ferrovias já existentes e construiremos um novo trecho de 230 quilômetros. O corredor atravessará o sul do Malaui, país vizinho a Moçambique

​​​​​​​