Cobre

Mineração

Cobre

Cobre

De coloração laranja-avermelhada, presente na história da civilização desde 8000 antes de Cristo, o cobre é um dos metais de maior importância para a indústria moderna – e, por isso, um dos negócios em que a Vale atua.

Não é exagero dizer que o cobre ajuda a moldar o mundo que conhecemos hoje. Suas propriedades de condução de calor e de energia superam as de qualquer outro metal explorado comercialmente.

Maleável, reciclável, resistente à corrosão e a altas temperaturas, o cobre é empregado na geração e na transmissão de energia, em fiações e em praticamente todos equipamentos eletrônicos – como a sua televisão e o seu telefone celular.

  • O terceiro elemento

    O cobre é o terceiro metal mais utilizado no mundo, atrás do ferro e do alumínio

  • Eletricidade

    66% do consumo anual de cobre é voltado para aplicações elétricas


 

Onde?

Produzimos cobre no Brasil, no Canadá e na Zâmbia. Nossas operações no Brasil estão localizadas em Carajás e se beneficiam da infraestrutura logística que já temos para o escoamento de minério de ferro.

Mapa
Mina Sossego - Carajás - Brasil galeria de imagens

 

Em todos os lugares

  • Estátua da Liberdade

    73 toneladas métricas de folhas de cobre foram utilizadas para revestir o monumento.

  • Cascos de navio

    Combinado com o níquel, o cobre forma uma liga que impede que crustáceos se fixem aos cascos dos navios, diminuindo a resistência e o uso de combustíveis.

  • Trompetes, trombones, sinos e pratos

    Misture cobre e zinco e você vai obter o latão, uma liga mais maleável e com propriedades acústicas melhores do que as dos dois metais sozinhos.

  • Encanamentos e maçanetas

    O cobre também está nas nossas casas: ele é aplicado devido a suas propriedades antibacterianas, evitando a transmissão de germes em locais críticos.


 

Tecnologia e sustentabilidade

  • Reaproveitamento de água

    Praticamente 100% da água utilizada no processo de produção de concentrado de cobre na Usina do Sossego, no Pará, é reaproveitada após ser captada na barragem de rejeitos.

  • Bactéria mineradora

    Em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), no Brasil, desenvolvemos uma tecnologia para identificar bactérias e fungos que "comem" cobre, capazes de absorver o resíduo de nossas barragens de rejeitos. A pesquisa tem o potencial de incrementar substancialmente o reaproveitamento de cobre descartado, revolucionando os processos industriais.

​​​​