Iniciativas

Educação, esporte e cultura promovem cidadania e desenvolvimento social

Esporte e cultura promovem cidadania e desenvolvimento social

O sorriso largo no rosto de Alerrando Kanando tem tudo a ver com sua participação na Estação Conhecimento. Além de conquistar com muito orgulho diversas medalhes nas pistas de atletismo, sua disciplina e boa vontade contribuíram para que ele fosse contratado para trabalhar na Estação. Jovem maranhense, que chegou a Marabá com apenas nove anos de idade, tem uma trajetória de disciplina, dedicação e amor ao esporte.

Alerrando, aos 19 anos, olha para trás e lembra que veio com os pais para Marabá em busca de um futuro melhor. Apostou primeiro na educação, achava que só estudando poderia ‘ser alguém na vida’. Também acreditava que o esporte era importante, por isso começou a jogar futsal na escola. Mas, por recomendações médicas, foi orientado a praticar atletismo.

De família humilde, Alerrando não sabia como iria praticar atletismo, até que descobriu a Estação Conhecimento de Marabá. Neste momento, o menino que tinha acabado de completar 16 anos descobriu a sua maior paixão: as provas de salto.

As dificuldades financeiras foram sendo dribladas e nunca impediram que Alerrando participasse das atividades esportivas, educacionais e culturais oferecidas aos alunos da Estação Conhecimento. Conquistou medalhas e a admiração de professores e treinadores.

Quando completou 18 anos, o medalhista do atletismo alcançou mais uma vitória e escreveu mais uma página em sua história na Estação Conhecimento, começou a trabalhar como auxiliar de Serviços Gerais na instituição.

Como todo bom atleta, Alerrando estabeleceu novos desafios: quer ser professor. Sem perder tempo, já está cursando a faculdade de Educação Física com o apoio da Estação Conhecimento e do Lar Fabiano de Cristo, parceiro do projeto. Assim como Alerrando, muitas outras crianças e adolescentes encontraram na instituição uma oportunidade de transformação e crescimento.

Saiba Mais

Considerando as necessidades e oportunidades específicas locais e com o objetivo de proporcionar oportunidades de atendimento e desenvolvimento social à população socioeconomicamente vulnerável das comunidades de seu entorno, as Estações Conhecimento atuam nas áreas de esporte, cultura, geração de renda, educação, saúde e proteção social. Idealizadas pela Fundação Vale, construídas com recursos financeiros da Vale e geridas por instituições parceiras, as ações sociais das ECs são executadas por meio de recursos diretos da Fundação Vale e recursos incentivados da Vale, como a Lei de Incentivo ao Esporte entre outros. Atualmente existem seis Estações Conhecimento no Pará, Maranhão, Espirito Santo e Minas Gerais.

Inaugurada em 2013, a Estação Conhecimento de Marabá atende mais de 1.000 crianças, adolescentes, adultos e idosos com atividades variadas. As crianças e adolescentes participam de atividades educativas e culturais como linguagem, matemática, teatro, música e dança e atividades esportivas como futebol e atletismo, karatê e capoeira. Já os adultos e idosos participam de oficinas educativas, com foco em temas educativos e de saúde, além de eventos culturais e de lazer.

A Estação Conhecimento busca o desenvolvimento integrado dos participantes, com acompanhamento das famílias, acompanhamento nutricional e refeições na instituição, além de atendimento médico.

O espaço proporciona aos seus participantes a oportunidade de se tornarem cidadãos conscientes. “Aqui dentro eles me ensinaram a ser um cidadão de verdade”, diz Alerrando.

Assista ao vídeo

​​