Pesquisa e produção científica

Sustentabilidade

Pesquisa e produção científica

Pesquisa e produção científica

A Reserva Natural Vale (RNV) é um centro de conhecimento científico que há décadas congrega pesquisadores de vários campos, os quais desenvolvem, em seus 23 mil hectares, estudos importantes para a conservação da biodiversidade no país. Para apoiar alguns destes estudos, o local abriga uma ampla coleção entomológica, com diversas espécies de insetos, e um herbário, com coleções de plantas.

Saiba mais sobre estes espaços e como submeter novos projetos de pesquisa.

Coleção entomológica

A coleção entomológica da Reserva Natural Vale, foi iniciada em 1986. Atualmente, o acervo conta com aproximadamente 12.600 exemplares de insetos pertencentes a diversos grupos. A maioria deles está preservada a seco em alfinetes entomológicos, havendo também insetos em mantas.

Os espécimes presentes na coleção possuem grande relevância para o desenvolvimento de pesquisas nas áreas de Ecologia, Biogeografia, Taxonomia, Agricultura e Conservação da Biodiversidade. Além disso, também são utilizados como ferramenta de ensino na Educação Ambiental.

1.500Espécies Identificadas

12.600Exemplares de Insetos

Esta coleção encontra-se disponível para receber pesquisadores e demais interessados em desenvolver estudos a partir deste acervo. Os dados da coleção estão sendo digitalizados e em breve estarão disponíveis online por meio da rede speciesLink

Herbário

+ de 16.000amostras de plantas

Referência no estudo da flora dos tabuleiros do norte do Espírito Santo.

Herbários representam coleções de plantas que possuem flores, frutos e esporos preservados a seco, sendo cada amostra de planta denominada como exsicata. Através dos herbários é possível compreendermos a diversidade de espécies vegetais presentes em uma determinada região.

O herbário da Reserva Natural Vale foi iniciado em 1963 e seu acervo conta com mais de 16.000 exsicatas pertencentes a diversos grupos de plantas.

Os dados referentes as exsicatas estão disponíveis online através das plataformas do speciesLink, SiBBr, Reflora, INCT – Herbário Virtual da Flora e dos Fungos e e GBIF (Sistema Global de Informação sobre a Biodiversidade).

Espécies raras

As coleções científicas da Reserva Natural Vale possuem em seu acervo uma ampla diversidade de espécies, incluindo raras e ameaçadas de extinção. Entre as amostras de plantas preservadas no Herbário, destaca-se a árvore chamada Jueirana-facão (Dinizia jueirana-facao), espécie rara e ameaçada, de ocorrência exclusiva na Floresta Atlântica de Tabuleiro do Espírito Santo. A árvore pode chegar a 40 metros de altura e pesar cerca de 62 toneladas.

Em relação a Coleção Entomológica, um dos exemplares existentes no acervo também considerado como ameaçado é a formiga Dinoponera lucida, popularmente conhecida como Tocandira. Esta espécie é endêmica da Mata Atlântica. A Tocandira chama atenção pelo seu tamanho: a formiga pode chegar até 4 cm de comprimento.

A presença desses exemplares em nosso acervo reforça a importância das coleções científicas como um banco de dados para o desenvolvimento de pesquisas estratégicas visando a conservação da biodiversidade.

Meliponário

A Reserva Natural Vale possui uma coleção de colmeias de abelhas de diferentes espécies. Ela funciona como importante ferramenta ambiental, pois as abelhas, ameaçadas de extinção, têm participação direta na reprodução da maioria das espécies botânicas brasileiras e são um importante bioindicador para a análise da qualidade do ambiente. Conheça mais sobre as espécies abaixo.

Abelha Mosquitinho

Mosquitinho (Pebleia droryana):

Também é conhecida como Inhati e Mirim-guaçú, e pode ser encontrada nos estados da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. Essa abelha é mansa e bastante pequena, possuindo apenas cerca de 3 milímetros de comprimento. Seus ninhos são comumente encontrados em ocos de árvores e barrancos. Estima-se que as colônias dessas abelhas possam apresentar de 2.000 a 3.000 indivíduos.

Abelha Jataí

Jataí (Tetragonisca angustula):

Espécie de abelha sem ferrão encontrada em todas as regiões do Brasil. Possui corpo pequeno, com cerca de 4 milímetros de comprimento. Seus ninhos são construídos em cavidades preexistentes, como buracos nas paredes, ocos de árvores e barrancos. Na entrada dos ninhos é comum observar uma estrutura semelhante a um tubo, construído a partir de cera ou cerume. Esta estrutura contribui para a proteção da colônia. O mel das abelhas Jataí tem vários benefícios medicinais e é considerado o mel mais higiênico, comparado ao produzido por outras espécies de abelhas. Além disso, é amplamente utilizado na medicina popular.

Uruçu-amarela

Uruçu-amarela (Melipona mondury):

Comumente encontrada em fragmentos de Mata Atlântica dos estados da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Esta abelha apresenta um maior tamanho corporal comparada a Mosquitinho e Jataí, variando entre 10 e 12 milímetros de comprimento. Seus ninhos são construídos em ocos de árvores e apresentam uma entrada típica, sendo ela toda circundada por raias de barro. Essa entrada, que dá passagem para as abelhas, é guardada por uma única operária.

Submissão de projetos de pesquisa

A Reserva está aberta para receber pesquisadores e parceiros que desenvolvem projetos com o objetivo de promover o conhecimento científico e o engajamento da sociedade, despertando, por meio da educação ambiental, a sensibilização e a multiplicação de atores para o fomento da sustentabilidade.

Para acessar online parte do acervo da Reserva Natural Vale, clique aqui.

Para submeter projetos e saber mais informações sobre pesquisas na Reserva Natural Vale, entre em contato conosco.

Telefone: +55 (27) 3371-9701

Localização

Localização

Rodovia BR 101, KM 122
Linhares, Espírito Santo, Brasil

  • Distância das
    principais capitais

    162,3 km de Vitória (ES)

    686 km do Rio de Janeiro (RJ)

    632 km de Belo Horizonte (MG)

  • Horário de funcionamento

    Todos os dias,

    das 8h30 às 16h

  • Contato

    Visitação:

    (27) 3371-9702

    (27) 3371-9703

    Hospedagem:

    (27) 3371-9797

    (27) 3371-9799

    reservas.rnv@vale.com

    Pesquisa:

    (27) 3371-9701

    rnv.pesquisas@vale.com