Vale contrata linha de crédito rotativo de US$ 3 bilhões

Vale contrata linha de crédito rotativo de US$ 3 bilhões

26/12/2019

Vale contrata linha de crédito rotativo de US$ 3 bilhões

Rio de Janeiro, 26 de dezembro de 2019 – A Vale S.A (“Vale”) anuncia a contratação de uma nova linha sindicalizada de crédito rotativo (revolving credit facility) no valor de US$ 3 bilhões, com prazo de cinco anos.

A linha de crédito rotativo foi contratada junto a um sindicato composto por 16 bancos globais, liderados por Citigroup, Crédit Agricole, MUFG e Sumitomo Mitsui Banking Corporation. Também fazem parte do sindicato os seguintes bancos: Bank of China, Bank of Montreal, Mizuho, The Bank of Nova Scotia, JP Morgan, Royal Bank of Canada, HSBC, The Toronto-Dominion Bank, Bank of America, Barclays, Standard Chartered e Banco do Brasil.

Esta linha de crédito rotativo substituirá a linha de US$ 3 bilhões contratada em 2015 com prazo de 5 anos, a qual será cancelada. A Vale conta ainda com outra linha no valor de US$ 2 bilhões, totalizando assim US$ 5 bilhões em linhas de crédito rotativo. Estes instrumentos representam uma fonte adicional de liquidez e podem ser utilizados pela Vale e algumas de suas subsidiárias a qualquer momento da vida útil do instrumento (US$ 2 bilhões até 2022 e US$ 3 bilhões até 2024).

A linha de credito rotativo forma um significativo colchão de liquidez e possibilita maior eficiência da gestão do caixa, sendo consistente com o foco estratégico da minimização do custo do capital.

 

Para mais informações, contactar:
+55-21-3485-3900

Andre Figueiredo: andre.figueiredo@vale.com
Andre Werner: andre.werner@vale.com
Mariana Rocha: mariana.rocha@vale.com
Samir Bassil: samir.bassil@vale.com

Esse comunicado pode incluir declarações que apresentem expectativas da Vale sobre eventos ou resultados futuros. Todas as declarações quando baseadas em expectativas futuras, envolvem vários riscos e incertezas. A Vale não pode garantir que tais declarações venham a ser corretas. Tais riscos e incertezas incluem fatores relacionados a: (a) países onde temos operações, principalmente Brasil e Canadá, (b) economia global, (c) mercado de capitais, (d) negócio de minérios e metais e sua dependência à produção industrial global, que é cíclica por natureza, e (e) elevado grau de competição global nos mercados onde a Vale opera. Para obter informações adicionais sobre fatores que possam originar resultados diferentes daqueles estimados pela Vale, favor consultar os relatórios arquivados na Comissão de Valores Mobiliários – CVM, na U.S. Securities and Exchange Commission – SEC em particular os fatores discutidos nas seções “Estimativas e projeções” e “Fatores de risco” no Relatório Anual - Form 20F da Vale.

​​


Vale contrata linha de crédito rotativo de US$ 3 bilhões