Vale informa sobre a Barragem 5

Vale informa sobre a Barragem 5

29/07/2020

Vale informa sobre a Barragem 5

Rio de Janeiro, 29 de julho de 2020 – A Vale S.A. (“Vale”) informa que deu início hoje, de forma preventiva, ao protocolo de emergência em Nível 1 da barragem 5, da Mina da Mutuca, em Nova Lima (Minas Gerais), protocolo este que não requer a evacuação da população a jusante da barragem. Essa barragem de rejeitos foi construída com solo compactado, com um alteamento para jusante e não recebe mais rejeitos de mineração.

Tal protocolo é uma medida preventiva e consequência da mudança de critério técnico, com nova interpretação dos parâmetros de resistência realizado por etapa adicional de avaliação das estruturas da Vale no Brasil após a implementação em janeiro deste ano da função de Engenheiro de Registro (“EoR”).

A partir de inspeções mais recentes, não foram identificadas anomalias que possam comprometer a segurança da estrutura. A barragem 5 teve sua Declaração de Condição de Estabilidade (“DCE”) emitida em 31 de março de 2020. Entretanto, a partir dos novos parâmetros observados, a DCE se tornará negativa. 

O acionamento do Nível 1 da barragem mencionada neste comunicado não impacta o plano de produção de 2020, conforme apresentado no Relatório Produção e Vendas do 2T20.


 

Desde o início do surto de Covid-19, nossa maior prioridade é a saúde e a segurança de nossos funcionários. Nossa equipe de RI adotou o trabalho remoto e, à medida que continuamos a enfrentar essas novas circunstâncias, recomendamos que priorize contato por e-mail e ferramentas on-line.

Para mais informações, contactar:

Vale.RI@vale.com
Ivan Fadel: ivan.fadel@vale.com
Andre Werner: andre.werner@vale.com
Mariana Rocha: mariana.rocha@vale.com
Samir Bassil: samir.bassil@vale.com

Esse comunicado pode incluir declarações que apresentem expectativas da Vale sobre eventos ou resultados futuros. Todas as declarações quando baseadas em expectativas futuras, envolvem vários riscos e incertezas. A Vale não pode garantir que tais declarações venham a ser corretas. Tais riscos e incertezas incluem fatores relacionados a: (a) países onde temos operações, principalmente Brasil e Canadá, (b) economia global, (c) mercado de capitais, (d) negócio de minérios e metais e sua dependência à produção industrial global, que é cíclica por natureza, e (e) elevado grau de competição global nos mercados onde a Vale opera. Para obter informações adicionais sobre fatores que possam originar resultados diferentes daqueles estimados pela Vale, favor consultar os relatórios arquivados na Comissão de Valores Mobiliários – CVM, na U.S. Securities and Exchange Commission – SEC em particular os fatores discutidos nas seções “Estimativas e projeções” e “Fatores de risco” no Relatório Anual - Form 20F da Vale.

​​

Vale informa sobre a Barragem 5