Vale informa sobre a retomada de operação na mina Alegria

Vale informa sobre a retomada de operação na mina Alegria

01/11/2019

Vale informa sobre a retomada de operação na mina Alegria

Rio de Janeiro, 1 de novembro de 2019 - A Vale S.A. (“Vale”) informa sobre o recebimento do Termo de Desinterdição das operações da mina de Alegria pela Agência Nacional de Mineração (“ANM”), suspendendo os efeitos de interrupção da operação que se encontra paralisada desde março de 2019.

A referida autorização liberará capacidade de cerca 8 Mtpa das aproximadamente 50 Mtpa que se encontravam paralisadas conforme apresentado no Relatório de Desempenho da Vale do 3T19 e possibilitará o retorno parcial das operações a seco na mina de Alegria. Com a desinterdição, restam paralisadas, aproximadamente, 42 Mtpa de capacidade de produção de minério de ferro.

Com o objetivo de promover um retorno seguro da operação, espera-se que o incremento do volume de produção se limite a 1 Mt em 2019, sem impacto no volume esperado de vendas deste ano. Para os anos seguintes a produção retornará gradualmente observando-se adicionalmente a estratégia de margem sobre volume.

A Vale reafirma, portanto, seu guidance de vendas de minério de ferro e pelotas de 307-332 milhões de toneladas para 2019, esperando que estas se situem entre o limite inferior e o centro da faixa.

 

Para mais informações, contactar:
+55-21-3485-3900

Andre Figueiredo: andre.figueiredo@vale.com
Andre Werner: andre.werner@vale.com
Mariana Rocha: mariana.rocha@vale.com
Samir Bassil: samir.bassil@vale.com

Esse comunicado pode incluir declarações que apresentem expectativas da Vale sobre eventos ou resultados futuros. Todas as declarações quando baseadas em expectativas futuras, envolvem vários riscos e incertezas. A Vale não pode garantir que tais declarações venham a ser corretas. Tais riscos e incertezas incluem fatores relacionados a: (a) países onde temos operações, principalmente Brasil e Canadá, (b) economia global, (c) mercado de capitais, (d) negócio de minérios e metais e sua dependência à produção industrial global, que é cíclica por natureza, e (e) elevado grau de competição global nos mercados onde a Vale opera. Para obter informações adicionais sobre fatores que possam originar resultados diferentes daqueles estimados pela Vale, favor consultar os relatórios arquivados na Comissão de Valores Mobiliários – CVM, na U.S. Securities and Exchange Commission – SEC, e na Autorité des Marchés Financiers (AMF) em particular os fatores discutidos nas seções “Estimativas e projeções” e “Fatores de risco” no Relatório Anual - Form 20F da Vale.


Vale informa sobre a retomada de operação na mina Alegria