Mulheres na Vale

Mulheres na Vale

Imagem de uma empregada da Vale. Ela está de uniforme verde e tem os cabelos soltos com tranças pretas e azuis.  

MULHERES QUE TRANSFORMAM O FUTURO

Avanços na igualde de gênero na Vale potencializam a diversidade e o desenvolvimento sustentável

Na Vale, acreditamos que a presença feminina é essencial na construção de um futuro mais igualitário e sustentável. As iniciativas da empresa com foco em inclusão e diversidade vêm contribuindo para um ambiente cada vez mais colaborativo, inovador e atrativo para novos talentos.

Como resultado, estudos, pesquisas e ações com a liderança ou participação de mulheres avançam por todos os países onde a Vale está presente e lançam novos olhares para a adaptação, mitigação e resposta às mudanças climáticas.

Neste espaço dividimos o que temos feito para atingirmos a meta de dobrar o número de mulheres na Vale até 2025 e, também, reconhecemos a contribuição das empregadas e parceiras nas atividades que conectam desenvolvimento e conservação do meio ambiente.

Gif de três mãos fechadas que surgem na tela. A borda da imagem é composta por flores amarelas e laranjas.  

Você sabia?

Segundo a ONU, as mulheres são mais vulneráveis que os homens aos impactos das mudanças climáticas por serem maioria nos países mais pobres e mais dependentes de recursos naturais. Por outro lado, elas são agentes de mudança desse contexto, liderando iniciativas de sustentabilidade em todo o mundo.

Ainda de acordo com a Organização, a participação das mulheres nas tomadas de decisão relacionadas às mudanças climáticas e à sustentabilidade é essencial para o desenvolvimento sustentável. A equidade de gênero é vista pela ONU como um pré-requisito para um futuro sustentável e igualitário.

Ícone de uma balança com uma mulher e um homem.  

Compromissos da Vale
com a equidade de gênero

Infográfico sobre as inciativas e avanços da Vale na inclusão de mulheres. Infográfico sobre as inciativas e avanços da Vale na inclusão de mulheres.  
Gráficos com o número de mulheres por nível hierárquico na Vale.  

Acompanhe o avanço dos números no gráfico:

% de representatividade de mulheres por níveis hierárquicos

Gráficos com o número de mulheres por nível hierárquico na Vale. Gráficos com o número de mulheres por nível hierárquico na Vale.  
Confira o artigo da Vice-Presidente Executiva de Pessoas da Vale, Marina Quental, sobre o assunto.

As mulheres conquistam, cada vez mais, espaço na mineração

Operar equipamentos, planejar lavra, realizar inspeções em campo e liderar equipes. Não existe atividade que a gente não possa exercer. As mulheres vêm conquistando cada vez mais espaço na mineração, setor que por anos foi predominantemente masculino. Aos poucos e com competência, vencemos preconceitos e passamos a ocupar os mais diversos cargos, reforçando a máxima de que lugar de mulher é onde ela quiser.

Porém, o setor ainda precisa avançar para se tornar mais inclusivo e atrativo para absorver mulheres. Atualmente, a participação feminina na mineração brasileira é de 13%, frente a 44% em outros segmentos. Melhorar esse cenário é imperativo para que a indústria mineradora se torne mais competitiva e sustentável, tendo perspectivas diversas para enriquecer a tomada de decisão. As discussões sobre diversidade têm se intensificado nas empresas e, na Vale, muito trabalho vem sendo feito.

Temos passado por um intenso processo de transformação cultural desde 2019, refletindo sobre nosso papel na sociedade. Nessa jornada, firmamos o compromisso de valorizar a diversidade e promover equidade e inclusão. Estamos desenvolvendo uma série de iniciativas estratégicas para alcançar os objetivos que traçamos.

Entre elas, está a meta de dobrar a representatividade de mulheres até 2025, de 13% para 26%. Estamos trabalhando em diversas frentes para eliminar barreiras que dificultam a contratação e retenção de mulheres, ampliando a diversidade no quesito gênero de forma interseccional. Os números apontam que estamos no caminho certo: entre dezembro de 2019 e novembro de 2021, o percentual de empregadas na Vale em todo o mundo passou de 13,5% para 18,7%. São cerca de 4.500 mulheres a mais na empresa. Também aumentamos em 80% o número de mulheres em cargo de liderança sênior.

Entre 2020 e 2021, admitimos mil mulheres por meio do Programa de Formação Profissional para atuar em nossas unidades operacionais no Brasil. Ano passado, lançamos um processo seletivo exclusivo para engenheiras, analistas e gestoras. Também priorizamos a contratação de mulheres em nossos programas de trainee. Na edição de 2020, tivemos 61% de mulheres, percentual que aumentou para 68% na de 2021. Essas profissionais são preparadas para, futuramente, assumirem posições de liderança na empresa.

Acreditamos que essas iniciativas voltadas para inclusão e diversidade contribuem para promovermos um ambiente cada vez mais colaborativo, inovador e atrativo para novos talentos.

Com o intuito de reforçar que há, sim, espaço para as mulheres na mineração e que elas estão por toda parte na Vale, criamos a websérie “Mineração por Elas”. A segunda temporada foi lançada no último ano e teve como fio condutor a diversidade de forma ampla, com destaque para outras identidades e características além do gênero, e os episódios estão em nosso site e redes sociais. O projeto foi idealizado e produzido por mulheres e, além de valorizar nossos talentos, busca inspirar ainda mais profissionais a construir carreira no setor mineral. Afinal, temos a certeza de que a mineração por elas e para elas ampliará a geração de valor para toda a sociedade.


Marina Quental

Vice-Presidente Executiva de Pessoas

Confira o Relatório de Diversidade, Equidade e Inclusão e saiba mais.

Acesse aqui

Ícone de uma lâmpada com a representação de uma planta dentro.  

Qual o papel das mulheres da Vale no desenvolvimento sustentável do planeta?

A Vale tem investido em diversas iniciativas para fomentar um amanhã mais sustentável. Neste cenário, o foco em diversidade e inclusão para recrutamento de novos talentos contribui para a criação e desenvolvimento de ações inovadoras.

Em todos os estados do Brasil e países onde a Vale atua, mulheres com histórias inspiradoras lideram grandes projetos com foco em sustentabilidade. As ações têm grandes impactos nas comunidades e contribuem para as metas ambientais da Vale.

Entre os compromissos firmados pela Vale está se tornar uma empresa carbono zero até 2050, proteger 500.000 de hectares de florestas, alcançar 100% de autoprodução de energia elétrica renovável no Brasil até 2025 e atingir 100% de consumo de fontes de energia limpa globalmente.

Conheça mais sobre as iniciativas sustentáveis da Vale

Histórias de mulheres da Vale e parceiras que estão trabalhando para um amanhã melhor:
Imagem de Tereza. Ela veste uma blusa verde, tem cabelos pretos na altura dos ombros e usa óculos.
Tereza
Giannini

Conheça

Imagem de Patrícia. Ela veste uma blusa branca, está com uma mochila preta nas costas e tem cabelos longos e ruivos.
Patricia
Daros

Conheça

Imagem de Miaad. Ela veste um uniforme verde da Vale e um lenço cobrindo os cabelos.
Miaad
Alshidi

Conheça

Imagem de Joana. Ela veste uma roupa bege, está de braços cruzados e sorri.
Joanna
Martins

Conheça

Imagem de Virginia. Ela veste uma blusa amarela, está de braços cruzados e turbante nos cabelos.
Virginia
Natalia

Conheça

Imagem de Tereza. Ela veste uma blusa verde, tem cabelos pretos na altura dos ombros e usa óculos.  

Tereza Giannini

Na vale desde 2014, a paulistana mudou-se para Belém, onde atua no Instituto Tecnológico Vale Desenvolvimento Sustentável (ITVDS). Atualmente, Tereza é vice coordenadora e orientadora no programa do Mestrado Profissional do ITV.

Com suas pesquisas científicas ligadas à biodiversidade, especialmente da Floresta Nacional de Carajás, ela estuda o papel que diversos animais desempenham como dispersores de sementes e controladores de praga.

Atividades como conservação e restauração ambiental, se embasadas por conhecimento científico, podem ser mais eficazes, trazerem retornos mais e custo menor. Nesta época de mudanças ambientais tão rápidas, onde as espécies da natureza enfrentam desafios enormes, acredito que a ciência é imprescindível

Tereza Giannini
Imagem de Patrícia. Ela veste uma blusa branca, está com uma mochila preta nas costas e tem cabelos longos e ruivos.

Patricia Daros

À frente da área de Soluções Baseadas na Natureza, Patricia Daros está diretamente envolvida em iniciativas que contribuem para avanços em boas práticas ambientais e conservação da biodiversidade das florestas, que resultam em um futuro mais sustentável.

Se eu tivesse que dar uma dica para mulheres que querem trabalhar com sustentabilidade é: precisa ter muito propósito, porque é isso que faz com que a gente avance e abra caminhos. Outro elemento é coragem, para propor coisas inovadoras e criativas. Por último, a parceria. Nunca perder de vista que a gente não vai fazer isso sozinha, vamos fazer isso juntos

Patricia Daros
Imagem de Miaad. Ela veste um uniforme verde da Vale e um lenço cobrindo os cabelos.

Miaad Alshidi

Atuando como Especialista em Sustentabilidade na Vale em Omã, Miaad Alshidi busca impactar a sociedade, enquanto mantém a excelência operacional. Ela acredita que criar um amanhã sustentável é responsabilidade de todos e passa, obrigatoriamente, pela equidade de gênero.

Nós estamos nos movendo em uma boa direção. O objetivo da equidade de gênero é termos uma sociedade em que mulheres e homens aproveitam das mesmas oportunidades, obrigações e direitos. O impacto será positivo em qualquer setor da vida

Miaad Alshidi
Imagem de Joana. Ela veste uma roupa bege, está de braços cruzados e sorri.

Joanna Martins

Dona da empresa Manioca, negócio apoiado pelo Fundo Vale, Joanna Martins acredita que um mundo liderado por mulheres é mais empático e humano. O trabalho realizado pela parceira da Vale impacta direta e profundamente à sociedade, ao aproximar o Brasil e o mundo da Amazônia.

Oferecemos produtos naturais, com muito sabor e praticidade a um mercado sedento por isso. Assim, melhoramos a qualidade nutricional da indústria de alimentos. Somos aliados para a preservação da Amazônia, mostrando que é possível desenvolver a floresta sem destrui-la. Ao colocar os produtos nos mercados nacional e interacional, também mostramos que os negócios locais podem romper barreiras

Joanna Martins
Imagem de Virginia. Ela veste uma blusa amarela, está de braços cruzados e turbante nos cabelos.

Virginia Natalia

Virginia Natália é participante do projeto Rede Mais Renda, da Fundação Vale. Empreendedora, criou o “Coisas da Vida”, negócio voltado para fabricação de acessórios, muitos deles feitos a partir de tecidos reutilizados. A costureira e artesã acredita que, com o seu trabalho, ajuda mulheres a se empoderarem e se descobrirem confiantes, seguras e capacitadas.

Nós, mulheres, já sabemos do nosso potencial, que foi muito escondido por um sistema patriarcal. A gente é capaz de ser cientista, capaz de trabalhar na mineração ou estar onde quiser. Inteligência nós temos, capacidade nós temos, perseverança e afinco são o que mais nos molda

Virginia Natalia

Quer conhecer outras histórias de mulheres que estão transformando a mineração?

Assista a websérie Mineração por Elas. Na segunda temporada, mulheres de todos os lugares em que a Vale está presente compartilharam suas histórias por meio dos temas “Pioneirismo, Etnia, Pessoas com Deficiência, LGBTQIA+, Jovens Talentos e Liderança”.

Não deixe de conferir este projeto dirigido e idealizado por mulheres.

Clique aqui