Plano Ambiental de Tubarão

Sustentabilidade

Plano Ambiental de Tubarão

Plano Diretor Ambiental de Tubarão

O maior investimento ambiental já realizado pela Vale no Espírito Santo

Aprendendo com a nossa história, dialogando com o presente e buscando evoluir para um futuro melhor para todos, estamos realizando o maior investimento ambiental da história da Vale no Espírito Santo, o Plano Diretor Ambiental de Tubarão (PDA).

É um trabalho desafiador, que reforça nosso compromisso com a sustentabilidade das nossas operações na Unidade Tubarão, em Vitória, e com a comunidade capixaba.

São cerca de 160 projetos, entre implantação de novos equipamentos, melhorias em controles ambientais e estudos de novas tecnologias.


São dois focos de atuação:

Reduzir a emissão de poeira

Melhorar o uso da água


O PDA contempla todas as ações para controle de emissões atmosféricas previstas no Termo de Compromisso Ambiental, assinado pela Vale em conjunto com o poder público em 2018.

Confira a história de empregados que estão juntos da Vale nesse desafio. Assista aos vídeos abaixo:


Igor Guarçoni e o monitoramento da poeira

Cláudia Nobre e as barreiras de vento

Raquel Costa e o fechamento de transportadores

Igor Guarçoni e o monitoramento da poeira

Cláudia Nobre e as barreiras de vento

Raquel Costa e o fechamento de transportadores


Assista ao vídeo e saiba quais melhorias fazem parte do Plano Diretor Ambiental

Obras e intervenções estão em andamento em toda a Unidade Tubarão.

Clique nos ícones da legenda e confira onde as principais ações do PDA estão localizadas.

Imagem de cima da Operação com o mar, os navios e as partes na terra.

Adequação de transportadores e casas de transferência

Supressores de poeira

Canhões de névoa

Novos reservatórios e nova Estação de Tratamento de Efluentes

Novas barreiras de vento

Fechamento de área

Galeria de vídeos

Rede Automática de Monitoramento de Poeira

Montanha de Poeira e caminhão passando.

Supressores de poeira

Canhões de névoa

Imagem da Praia e da vegetação verde em torno

Fechamento de áreas

Vista da cidade de Tubarão

Plano Diretor Ambiental, avanços em 2019

Vista de uma praia com vegetação

Plano Diretor Ambiental, avanços em 2020

Rede Automática de Monitoramento de Poeira

Montanha de Poeira e caminhão passando.

Supressores de poeira

Canhões de névoa

Imagem da Praia e da vegetação verde em torno

Fechamento de áreas

Vista da cidade de Tubarão

Plano Diretor Ambiental, avanços em 2019

Vista de uma praia com vegetação

Plano Diretor Ambiental, avanços em 2020

Resultados

Os investimentos previstos no Plano Diretor aumentarão a eficiência da Vale em sua gestão ambiental.

Redução das emissões de poeira em fontes difusas nos últimos anos e meta da Vale no Plano Diretor Ambiental.

Reduzir a emissão de poeira

A partir de melhoras práticas de gestão e com o uso combinado de dezenas de tecnologias implantadas nos últimos anos, estamos reduzindo a nossa emissão de poeira gradatividade.

Melhorar o uso da água

Também aprimoramos a qualidade de efluentes industriais e sanitários em nossas operações com o uso de novas tecnologias de tratamento.

É o equivalente a 50 piscinas olímpicas.

Vista da água do mar, em um fim de tarde com nuvens no céu e raios de sol

Conheça melhorias e equipamentos implantados nos últimos anos para redução da emissão de poeira:

Ampliação da Rede Automática de monitoramento no meio do mar

Ampliação da Rede Automática de Monitoramento de Poeira (RAMP), um moderno sistema que mede 24h por dia a concentração de particulados, direção e velocidade do vento.

Foto: Torre de monitoramento no píer de carvão

Imagem da operação com água, guindastes,

Canhões de Névoa
Equipamentos que lançam microbolhas de água e formam uma espécie de neblina no pátio de estocagem de pelotas.

Foto: Canhão de névoa das usinas 1 a 4

Galpão verde, que funciona como fechamento de áreas

Fechamento de áreas
Estrutura, tipo galpão, para fechar algumas áreas onde ocorre o manuseio de produtos para evitar a movimentação destes materiais a céu aberto, impedindo a dispersão de poeira.

Foto: Fechamento do pátio de insumos da Usina 8

O mar à esquerda, uma ponte no meio e o navio à direita para descarregar tudo. 
					Navio vermelho à esquerda, um guindaste ao centro e uma ponte na direita em cima do mar

Adequação de transportadores
Implantação de coberturas ou fechamento lateral em transportadores, equipamentos que carregam materiais, como minério, carvão e pelotas por diversos pontos da Unidade Tubarão.

Foto: 1 : Píer 2 de embarque de minério e pelotas.

Foto 2: Píer de desembarque de carvão.

Supressores de poeira: um montanha de poeira cinza e caminhões passando

Supressores de poeira
Produtos aplicados sobre as pilhas de minério, carvão e pelotas, formando uma camada protetora que evita o arraste da poeira pela força do vento.

Foto: Supressor à base de celulose no pátio de carvão.

Guindastes, que funcionam como barreira de vento

Barreiras de Vento
Funcionam como uma grande cerca que reduz a velocidade do vento sobre os pátios de estocagem de produtos, evitando que a poeira gerada pela movimentação de materiais seja lançada para fora dos pátios da empresa.

Espaço de Casas de Transferência, estrutura amarela sendo ligada por com um guindaste

Fechamento de Casas de Transferência (CATs)
Instalação de telhas metálicas, em substituição às telas existentes, em estruturas onde o minério passa de um transportador para o outro.

Precipitador Eletroestático

Precipitadores eletrostáticos
Equipamentos que reduzem em 99% a poeira em chaminés da usinas de pelotização. Foto: precipitador na Usina 8

Ampliação da Rede Automática de monitoramento no meio do mar

Ampliação da Rede Automática de Monitoramento de Poeira (RAMP), um moderno sistema que mede 24h por dia a concentração de particulados, direção e velocidade do vento.

Foto: Torre de monitoramento no píer de carvão

Imagem da operação com água, guindastes,

Canhões de Névoa
Equipamentos que lançam microbolhas de água e formam uma espécie de neblina no pátio de estocagem de pelotas.

Foto: Canhão de névoa das usinas 1 a 4

Galpão verde, que funciona como fechamento de áreas

Fechamento de áreas
Estrutura, tipo galpão, para fechar algumas áreas onde ocorre o manuseio de produtos para evitar a movimentação destes materiais a céu aberto, impedindo a dispersão de poeira.

Foto: Fechamento do pátio de insumos da Usina 8

O mar à esquerda, uma ponte no meio e o navio à direita para descarregar tudo. 
					Navio vermelho à esquerda, um guindaste ao centro e uma ponte na direita em cima do mar

Adequação de transportadores
Implantação de coberturas ou fechamento lateral em transportadores, equipamentos que carregam materiais, como minério, carvão e pelotas por diversos pontos da Unidade Tubarão.

Foto: 1 : Píer 2 de embarque de minério e pelotas.

Foto 2: Píer de desembarque de carvão.

Supressores de poeira: um montanha de poeira cinza e caminhões passando

Supressores de poeira
Produtos aplicados sobre as pilhas de minério, carvão e pelotas, formando uma camada protetora que evita o arraste da poeira pela força do vento.

Foto: Supressor à base de celulose no pátio de carvão.

Guindastes, que funcionam como barreira de vento

Barreiras de Vento
Funcionam como uma grande cerca que reduz a velocidade do vento sobre os pátios de estocagem de produtos, evitando que a poeira gerada pela movimentação de materiais seja lançada para fora dos pátios da empresa.

Espaço de Casas de Transferência, estrutura amarela sendo ligada por com um guindaste

Fechamento de Casas de Transferência (CATs)
Instalação de telhas metálicas, em substituição às telas existentes, em estruturas onde o minério passa de um transportador para o outro.

Precipitador Eletroestático

Precipitadores eletrostáticos
Equipamentos que reduzem em 99% a poeira em chaminés da usinas de pelotização. Foto: precipitador na Usina 8

Quer saber o que temos feito para reduzir nossa emissão de poeira?

Baixe o novo Guia do PDA

Clique aqui