site facebook Vale nas Comunidades - Mato Grosso do Sul

Sustentabilidade

Vale nas Comunidades - Mato Grosso do Sul

Vale nas Comunidades

MATO GROSSO DO SUL

No Mato Grosso do Sul, a Vale mantém uma importante operação por meio de sua subsidiária integral, a Mineração Corumbaense Reunida (MCR). Nas cidades de Corumbá e Ladário, a empresa produz minério de ferro na Mina Santa Cruz e de manganês na Mina Urucum. Também possui o Terminal Porto Gregório Curvo, um porto fluvial próprio localizado no distrito de Porto Esperança, na margem esquerda do rio Paraguai, de onde o minério é escoado para os mercados Sul-americano, Asiático e Europeu.

Apesar de 2020 ter sido um ano desafiador, em que vivenciamos uma pandemia que tem causado um grande impacto mundial, a Vale se manteve presente na região. Além da manutenção das operações, com a adoção de medidas de segurança aos empregados, a Vale assegurou o seu compromisso com o cuidado e desenvolvimento das comunidades. Saiba mais nesta página.


A atuação da Vale no combate à pandemia no Mato Grosso do Sul foi um dos destaques em 2020, com a adoção imediata de medidas de proteção aos empregados e doação de cerca de 1,9 milhão de equipamentos de saúde à Santa Casa de Corumbá, hospital que atende os municípios de Corumbá e Ladário pelo SUS. Também foi dada continuidade ao patrocínio do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano. Foi dado andamento aos projetos sociais com foco em geração de renda. Reforçando o compromisso com a sustentabilidade, foi realizado o plantio de 12 hectares em áreas de compensação ambiental em 2020, um aumento de 90% em relação a anos anteriores.

Saiba mais sobre a atuação da Vale em Mato Grosso do Sul nos últimos anos:

Relatórios de períodos anteriores
Relatório de 2019

Relatório do 1º semestre de 2019




Iniciativas

Social
Cultura
Meio Ambiente

O apoio no combate à pandemia no Mato Grosso do Sul

Desde o início da pandemia, assumimos o compromisso de proteger nossos empregados, próprios e terceiros, em especial aqueles que atuam na linha de frente, garantindo um ambiente de trabalho seguro. Esse compromisso permitiu a manutenção das nossas operações, contribuindo com a economia do nosso estado. Também demos especial atenção aos familiares dos empregados, com a distribuição de máscaras em suas residências e realização de bate-papos informativos virtuais. Além disso, apoiamos municípios e comunidades onde estamos presentes com doações de equipamentos médicos e itens de segurança, bem como campanhas de conscientização.

Cerca de 1,9 milhão de equipamentos de proteção doados à Santa Casa de Corumbá, hospital que atende os municípios de Corumbá e Ladário pelo SUS.

Transformando sonhos em realidade

Com o objetivo de fortalecer as comunidades onde atua, o Programa Comunidade Participativa, ao longo de 14 anos de atuação, já destinou em torno de R$ 2,8 milhões para cerca de 100 organizações de Corumbá e Ladário, beneficiando mais de 26 mil pessoas na região.

Em 2020, sete instituições foram escolhidas por votação popular e as demais por uma comissão avaliadora. Elas receberão até R$15 mil cada para desenvolvimento de projeto nas áreas de geração de renda, capacitação profissional, saúde, cultura e esporte.

Patrocínio ao Instituto Moinho Cultural Sul-Americano

Patrocinado pela Vale há 16 anos, a instituição atende cerca de 400 crianças e adolescentes de Corumbá e Ladário, no Mato Grosso do Sul, e de Puerto Suarrez e Puerto Quijarro, nas fronteiras bolivianas. Em um ciclo de formação de oito anos, são oferecidas aulas de música, dança, idiomas, apoio escolar e educação patrimonial. O projeto já atendeu mais de 23 mil crianças e jovens.

A Vale confirmou a continuidade do patrocínio ao Instituto Moinho Cultural Sul-Americano para o ano de 2021, com o repasse de R$ 2,4 milhões via Lei de Incentivo à Cultura.

Programa Vale Música

Com ações de formação, residência musical e encontros musicais nos estados de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo e Pará, 107 alunos de música do Moinho Cultural participaram das atividades do Programa Vale Música. Eles tiveram aulas com professores da Orquestra Sinfônica Brasileira ao longo do ano de 2020. Em função da pandemia, os encontros, que costumavam ser presenciais, precisaram migrar para o ambiente virtual, assim como o concerto de culminância das ações.

Viveiro Florestal

Milhares de mudas são produzidas anualmente pela Vale nas minas de Santa Cruz e Urucum, para ações internas de recuperação ambiental e doações a órgãos do poder público e a instituições locais. Desde 2000 já foram geradas quase 3 milhões de mudas, o que equivalem a 300 campos de futebol, contribuindo com a conservação da biodiversidade.

Desde 2000 já foram geradas quase 3 milhões de mudas, o que equivalem a 300 campos de futebol, contribuindo com a conservação da biodiversidade.

Compensação ambiental

Desenvolvendo medidas de mitigação e compensação ambiental, a Vale assegura a conservação das espécies da flora e fauna presentes na área do empreendimento.

Realizado o plantio de 12 hectares em áreas de compensação ambiental em 2020, um aumento de 90% em relação a anos anteriores.




Iniciativas

Social

Programa Comunidade Participativa

Instituições que promovem iniciativas sociais nos municípios de Corumbá e Ladário podem participar do Edital Programa Comunidade Participativa 2020, que selecionará e apoiará projetos sociais nestas temáticas: Geração de Trabalho e Renda, Capacitação Profissional, Saúde, Cultura e Esporte. A cada projeto selecionado será destinado até R$15 mil.

Cultura

Instituto Moinho Cultural Sul-Americano

Patrocinado pela Vale há 15 anos, a instituição atende cerca de 400 crianças e adolescentes de Corumbá e Ladário, no Mato Grosso do Sul, e de Puerto Suarrez e Puerto Quijarro, nas fronteiras bolivianas. Em um ciclo de formação de oito anos, são oferecidas aulas de música, dança, idiomas, apoio escolar e educação patrimonial. O projeto já atendeu mais de 23 mil crianças e jovens.

Programa Vale Música

Lançado em 2019, o programa atende a cerca de 400 crianças e adolescentes, com ações de formação, residência musical e encontros musicais nos estados de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo e Pará. Em sua maioria, são crianças e jovens em vulnerabilidade e estudantes de escolas públicas.

Ambiente

Viveiro Florestal

Milhares de mudas são produzidas anualmente pela Vale nas minas de Santa Cruz e Urucum, para ações internas de recuperação ambiental e doações a órgãos do poder público e a instituições locais. Desde 2000 já foram geradas quase 3 milhões de mudas, o que equivalem a 300 campos de futebol, contribuindo com a conservação da biodiversidade.

Monitoramento da avifauna

A Vale faz periodicamente o levantamento das espécies de ave ocorrentes em áreas de mineração na região do Pantanal, para avaliação da dinâmica da avifauna, conforme condições do ambiente, e monitoramento da Campainha-azul, visando sua manutenção a longo prazo.

Programa de Educação Ambiental

Programa desenvolvido pela Vale na região com o objetivo de promover a conscientização e a mobilização de empregados e moradores das comunidades de Urucum, Antonio Maria Coelho e Porto Esperança pelo desenvolvimento sustentável.



História

A Vale está há 45 anos no Mato Grosso do Sul, contribuindo para o desenvolvimento econômico, social e cultural do estado. Em 1976, a então Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) integrou o consórcio que criou a Urucum Mineração S.A., da qual adquiriu 100% das ações em 1994, operando na região de Corumbá e Ladário. Um marco para o crescimento da empresa no Mato Grosso do Sul foi a aquisição de 100% das operações do Grupo Rio Tinto em Corumbá, a Mineração Corumbaense Reunida (MCR), concretizada em setembro de 2009. Naquele momento, a Vale já reconhecia a mina de minério de ferro da região como um ativo de classe mundial, caracterizada pelo alto teor e rica em minério granulado.




*Dados de 2020
1 sem título