Mulheres na Ciência: conheça as histórias de 4 empregadas que reforçam que a comunidade científica é para todos

Sobre a Vale

10/02/2021

Mulheres na Ciência: conheça as histórias de 4 empregadas que reforçam que a comunidade científica é para todos

 

No Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, celebrado em 11 de fevereiro, a Vale reforça seu compromisso em promover a igualdade de gênero em todas as suas operações, níveis e países. A data também é uma oportunidade para reforçar que mulher pode atuar onde ela quiser, inclusive nas áreas STEM (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática), setores ainda majoritariamente masculinos.

Por isso, selecionamos quatro mulheres que atuam na empresa no Brasil, na Malásia e na China, nas áreas de pesquisa e inovação, para representar toda a equipe feminina que ajuda diariamente a construir uma companhia mais sustentável e um ambiente inclusivo para todos.

Michelle, Vera, Tereza e Nor Shazeera contaram sobre suas carreiras, principais desafios na área em que atuam e as perspectivas sobre a profissão e o futuro.



Michelle Marques

Com 15 anos de história na empresa, Michelle Marques já atuou em diversos projetos estratégicos para a Vale. Entre eles, os Greenfield (quando não há operações pré-existentes), os Brownfield e due diligence. Hoje, a mestra em Tecnologia Mineral é a responsável pelo desenvolvimento de novas tecnologias objetivando o aumento da produtividade e a redução de riscos no processo de tratamento do minério de ferro.

Michelle também está no grupo que ajudou a desenvolver dois processos, patenteados com abrangência internacional pela empresa, que reduziram a necessidade de água no beneficiamento do minério, contribuindo para o objetivo da Vale de ter uma mineração cada vez mais sustentável.

Segundo Michelle, mesmo com tantos avanços, ainda existem barreiras para a presença feminina na mineração, que vão desde o acesso à universidade até as pessoas que não acreditam que mulheres têm a mesma capacidade que qualquer pessoa.

Para as mulheres que sonham com a Vale, digo que é uma empresa da qual tenho orgulho de fazer parte! É comprometida em agir de forma correta, cheia de oportunidades e desafios. Então, sejam protagonistas da própria vida e realizem seus sonhos, pois temos muito a contribuir.

Michelle Marques
 

Vera Zhao

Trabalhando na Vale há 2 anos, Vera Zhao é formada em Finanças e Matemática Aplicada. Começou sua carreira no setor financeiro e depois migrou para a área de gestão de ativos.

A chinesa acredita que o caminho para as mulheres recém-chegadas no campo da Ciência é buscar sempre aprender e adquirir novas habilidades e conhecimentos.

Ter mulheres em uma profissão anteriormente dominada por homens pode ampliar o conceito de diversidade e potencialmente trazer mais soluções.

Vera Zhao
 

Tereza Cristina Giannini

Bióloga de formação, Tereza Cristina Giannini é Pesquisadora Adjunta da linha de pesquisa “Biodiversidade e Serviços de Ecossistema” no Instituto Tecnológico Vale há 6 anos.

No seu dia a dia, Tereza trabalha com a conservação, restauração e manejo da natureza. Apesar de saber que ainda há muito a ser feito pela igualdade de gênero nas Ciências, a bióloga acredita que a realidade está mudando aos poucos. Ela conta que em 2019 participou de um congresso que tinha a mesma quantidade de mulheres e homens.

Acredito que a diversidade de visões, que envolve múltiplas perspectivas, incluindo aqui não só mulheres, é fundamental para uma percepção mais abrangente dos problemas a serem enfrentados nas diversas áreas do conhecimento, e para a construção de caminhos mais inclusivos.

Tereza Cristina Giannini
 

Nor Shazeera Ameera

“Sim, eu sou uma mulher na Vale e é assim que é”. Há seis anos na Vale Malásia, Nor Shazeera Ameera Binti Mat Zaini faz planejamento de manutenção.

Para ela, o aumento da representação feminina no mercado em empresas como a Vale traz visibilidade à sociedade do trabalho que mulheres fazem e é capaz de mudar o pensamento coletivo.

Acredito que com nossa força individual como mulher, combinada com nossa paixão e esforço para ter sucesso, nada é impossível e podemos alcançar qualquer coisa.

Nor Shazeera Ameera Binti Mat Zaini

Diversidade e inclusão

Na Vale, as metas de diversidade e inclusão também são alinhadas ao ODS da ONU. A empresa acredita que a ciência e a igualdade de gênero contribuem para a sustentabilidade do negócio, melhorando o desempenho e posicionando-a para novas oportunidades. Por isso, um dos objetivos da Vale é dobrar a força de trabalho feminina até 2030, e parte da receita da companhia foi destinada para manter instituições voltadas para pesquisa e desenvolvimento de projetos na área de inovação.


​​​​​​​
​​

Mulheres na Ciência: conheça as histórias de 4 empregadas que reforçam que a comunidade científica é para todos