Vale Day 2020: a Vale apresenta metas e estratégias para o crescimento sustentável com foco em pessoas, segurança e reparação

Sobre a Vale

01/12/2020

Vale Day 2020: a Vale apresenta metas e estratégias para o crescimento sustentável com foco em pessoas, segurança e reparação

 

A Vale apresentou na quarta-feira (2) as perspectivas para os próximos anos, em um encontro exclusivamente virtual com investidores: o Vale Day 2020. O diretor-presidente, Eduardo Bartolomeo, abriu o evento reforçando que a prioridade da companhia é a reparação de Brumadinho.

“Desde que assumi a liderança da Vale, meu foco são as pessoas, a segurança e a reparação. Firmamos um pacto com a sociedade para ouvi-la ativamente, formando um ciclo virtuoso. Toda a equipe de diretores está unida e comprometida com isso. Criamos um guia, chamado One Pager, com essa narrativa de construir uma Vale melhor. Queremos nos tornar uma empresa referência em segurança e temos a ambição de ser um operador confiável, gerando valor e reduzindo emissão.”

Além de Eduardo Bartolomeo, também estavam presentes o diretor executivo de Finanças e Relações com Investidores, Luciano Siani; o diretor executivo de Segurança e Excelência Operacional, Carlos Medeiros; o diretor de Reparação e Desenvolvimento, Marcelo Klein; o diretor executivo de Ferrosos, Marcello Spinelli; o diretor executivo de Metais Básicos, Mark Travers; a diretora de Pessoas, Marina Quental; o diretor de Carvão, Paulo Couto; o diretor executivo de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade, Luiz Eduardo Osório; o consultor-geral Alex D’Ambrosio; e o diretor executivo de Suporte aos Negócios, Alexandre Pereira.

Confira a seguir mais informações sobre o evento e as estratégias divulgadas pela empresa.



ESG

Para melhores práticas ESG (ambientais, sociais e governança), a Vale fechou, até o momento, 33 dos 52 gaps mapeados. A companhia está buscando ir além da mitigação dos impactos ambientais de suas operações, promovendo maior engajamento com stakeholders locais e implementando diversas iniciativas, como a criação do Comitê de Auditoria.

Foi destacado o compromisso de liderar a transição para a mineração neutra em carbono. Oitenta por cento de nosso consumo de eletricidade já é renovável, e estamos no caminho para atingir nossas metas. Nesse contexto, destaca-se o Projeto Sol do Cerrado, com início de operação previsto para 2022, que consiste na geração de energia renovável (solar) e será responsável por 13% do volume de autoprodução a partir de fontes limpas da Vale. Além disso, a companhia anunciou a a meta de reduzir em 15% as emissões líquidas de escopo 3, relativas a sua cadeia de fornecedores e clientes, até 2035. A Vale é uma das poucas empresas capazes de fomentar iniciativas para a redução de emissões de escopo 3, com produtos de alta qualidade e soluções inovadoras.

Além disso, a companhia realiza investimentos em infraestrutura urbana e educação que possibilitam o desenvolvimento socioeconômico, com mais de 500 planos de relacionamento com as comunidades. Estamos dando passos importantes para construir uma Vale melhor.

Acesse a página de Carbono Neutro e entenda as metas e os projetos da Vale sobre o tema

Acesse o portal ESG e conheça todas as nossas iniciativas

Metais Básicos

A Vale está transformando seu negócio de Metais Básicos, trabalhando diligentemente para ser um produtor seguro e confiável. A empresa possui oportunidades únicas e significativas em seu portfólio de cobre e níquel, duas commodities que serão necessárias para a descarbonização da economia.

Cobre:
Em Cobre, a Vale conta com oportunidades significativas para crescer organicamente. Salobo III, Alemão e Cristalino são projetos competitivos que possibilitarão aumentar a capacidade de produção da Vale para cerca de 500 mil toneladas por ano. Além deles, a Vale possui outros planos para crescer ainda mais no futuro, beneficiando-se do conhecimento e da logística já existentes na região de Carajás. Os potenciais projetos Salobo IV North Hub e South Hub podem adicionar até 190 mil toneladas ao plano de produção da Companhia.
Por fim, o negócio de Cobre ainda tem a possibilidade de explorar, por meio de parcerias, o projeto Hu'u, localizado na Indonésia. O Hu’u é um depósito de classe mundial, com aproximadamente 45 anos de vida útil de mina e potencial de produção acima de 250 mil toneladas.

Níquel:
Em Níquel, temos um portfólio diversificado, que coloca a Vale em uma posição única em relação à transição energética sustentável que veremos nos próximos anos. Nossos produtos atendem às necessidades dos clientes de diversas indústrias, incluindo aquelas com necessidade de níquel de alta pureza e fabricantes de baterias de veículos elétricos.
A maior parte da produção a ser utilizada nessas indústrias vem de nossas operações canadenses, que se beneficiam da utilização de energia limpa e estão localizadas em uma jurisdição estável, com fortes padrões ESG. O níquel classe 1, nosso principal produto, coloca a companhia em uma posição única, com operações ambientalmente amigáveis no Atlântico Norte, em linha com a agenda de baixo carbono.
No fim de 2021, completaremos dois projetos de reposição no Canadá: Extensão da Mina de Voisey’s Bay e Copper Cliff Mine 1, que possuem níquel de alto teor e também uma quantidade significativa de subprodutos.
Temos ainda oportunidades de expansão em nossas operações em Onça Puma, no Brasil, e a opção de participar, por meio de joint ventures, dos projetos de Pomalaa e Bahodopi, na Indonésia.
Após a implementação e finalização desses projetos, a Vale espera que o negócio de Níquel melhore consideravelmente sua geração de caixa.

Ferrosos

Em Ferrosos, os objetivos estratégicos de nossa empresa estão divididos em quatro frentes:

  • reduzir o uso de barragens;
  • atingir o nível de produção de 400 Mtpa;
  • criar buffers de capacidade nas operações;
  • melhorar a qualidade para um portfólio mais verde.

“Vamos chegar à capacidade de 400 Mtpa até o fim de 2022, e cada sistema tem sua contribuição nesse processo: no Sistema Norte, teremos um crescimento de alta qualidade com novos ativos de baixo custo; no Sudeste, estamos investindo no aumento de nosso pellet feed; e o Sul segue contribuindo para a blendagem, um produto consolidado e cada vez mais importante comercialmente na China. Estamos no caminho certo, com uma equipe engajada e mantendo a segurança e a vida em primeiro lugar”, disse o diretor executivo de Ferrosos, Marcello Spinelli.

Veja a seguir exemplos de ações em andamento:

Reduzir o uso de barragens -> aumento da produção via processamento a seco para 70%, com as adições de produção no Sistema Norte e com a recém-aprovada planta da New Steel (que terá capacidade de 1,5 Mtpa). Da produção restante, a úmido, 16% usará o sistema de filtragem e empilhamento a seco para o tratamento de rejeitos, que será implementado nos complexos de Vargem Grande e de Itabira e em Brucutu.

Melhorar a qualidade para um portfólio mais verde -> até 2024, 90% de nosso portfólio será de produtos de alta qualidade, seguindo a necessidade da indústria siderúrgica de menores emissões. Além disso, estamos criando soluções próximas aos clientes, como a estratégia de blendagem, a moagem para produção e o pellet feed, a partir do IOCJ e de parcerias estratégicas com portos.

Alocação de Capital

A disciplina da alocação de capital, apresentada pela primeira vez no Vale Day de 2018, continua sendo um de nossos objetivos estratégicos. Ela se desenvolve em três frentes de ações: diminuição do risco da empresa, soluções para reshape dos negócios da companhia e, consequentemente, sermos mais bem avaliados.

No âmbito da redução do risco, o balanço financeiro apresentado já inclui provisões em sintonia com a perspectiva de um acordo para a reparação de Brumadinho, assim como iniciativas para o aumento da segurança em barragens.

No quesito de remodelar nossos negócios, um dos pontos importantes é a redução da perda de caixa em algumas frentes:

  • retomada operacional de Samarco nas próximas semanas;
  • melhorias na mina de Moatize, que devem ser concluídas no primeiro semestre de 2021;
  • expectativa de aceleração dos acordos de indenização pela Renova; /li>
  • continuidade do plano de transição ou care and maintenance em Nova Caledônia, em 2021.

Finalmente, nossa disciplina na alocação de capital, junto com a sólida geração de fluxo de caixa, permitirá que nos tornemos referência na criação de valor compartilhado.

Downloads e replay

Assista ao replay da webcast e faça o download da apresentação.

Download da apresentação Replay da webcast Transcrição da webcast

​​

Vale Day 2020: a Vale apresenta metas e estratégias para o crescimento sustentável com foco em pessoas, segurança e reparação