Sobre a Vale

12/11/2021

Única mineradora internacional em exposição na China, Vale apresenta um conjunto de iniciativas de descarbonização

Como única mineradora internacional entre os expositores da China International Import Expo (CIIE), a Vale apresentou na última semana um conjunto de iniciativas de descarbonização que contribuem para a ambição da neutralidade de carbono da China, incluindo um portfólio de produtos de alta qualidade e soluções tecnológicas inovadoras.

No CIIE do ano passado, a Vale reforçou o objetivo de redução do escopo 3 e de zerar as emissões líquidas diretas e indiretas (escopos 1 e 2) até 2050. Este ano, trouxemos um novo e pioneiro compromisso com CIIE, que deve reduzir as emissões líquidas de escopo 3 em 15% até 2035.

Nossa meta de redução de emissões de Escopo 3 está totalmente alinhada e pode contribuir para a meta da China de atingir a neutralidade de carbono até 2060, considerando que cerca de 98% de nosso Escopo 3 de emissões ocorrem no processo de logística em nossa cadeia de valor. Isso estabeleceu uma base sólida para nossa cooperação futura

Country Manager da Vale na China, Tracy Xie.
Produtos fabricados pela Vale em estande da empresa na exposição.  
Miniatura de navio rotor sail em estande da empresa na exposição.  
Executivos da Vale Chinae e autoridades do governo chinês reunidos. Ao todo, são 8 pessoas, todos brancos e de estatura média a alta. Duas pessoas estão sentadas à mesa e as outras 6 posam para a foto em pé, atrás deles.  
Dois homens brancos, de baixa estatura, olhando e apontando para telão presente em estande da Vale no evento.  
 

Somos uma das poucas empresas capazes de oferecer iniciativas de redução de emissões de escopo 3 por meio de um portfólio de produtos de alta qualidade e soluções tecnológicas inovadoras. No CIIE deste ano, além de expor nossos produtos de minério de ferro e metais básicos de alta qualidade, também estamos apresentando nossas soluções tecnológicas inovadoras que apoiam a descarbonização da indústria do aço, incluindo a briquetagem, uma tecnologia inovadora desenvolvida internamente e patenteada pela Vale que é capaz de reduzir as emissões de CO2 na produção de aço em até 10%. Outras soluções de descarbonização a serem exibidas no CIIE incluem concentração seca, Tecnored e biocarbono.

Conforme apontado pelo presidente Xi Jinping, precisamos intensificar a cooperação internacional verde e compartilhar os frutos do desenvolvimento verde entre todos os países. Estamos muito encorajados com o discurso. Recentemente, assinamos MoUs com a siderúrgica líder chinesa Shagang Group para buscar oportunidades de desenvolver soluções de produção de aço com foco na redução das emissões de CO2. Esperamos aproveitar a oportunidade do CIIE para aumentar o conhecimento de nossas iniciativas de descarbonização entre as partes interessadas chinesas e para expandir ainda mais nossa parceria com a China no combate às mudanças climáticas. A principal mensagem que a Vale deseja transmitir no CIIE deste ano é compartilhar o desenvolvimento de alta qualidade por meio de parcerias e contribuir para um futuro neutro em carbono por meio da inovação.

Tracy Xie.

Nosso outro destaque na exposição é o primeiro mineraleiro do mundo equipado com velas de rotor. Batizado de MV Sea Zhoushan, o navio é um Guaibamax com 325.000 toneladas de capacidade. São cinco velas instaladas ao longo da embarcação que permitirão um ganho de eficiência de até 8% e a consequente redução de até 3.400 toneladas de CO2 equivalente por ano. Estima-se que pelo menos 40% da frota de nossa empresa será capaz de usar a tecnologia de velas de rotor, o que resultaria em uma redução de quase 1,5% das emissões anuais de transporte marítimo de minério de ferro da Vale.

O MV Sea Zhoushan é outro grande exemplo da estreita parceria entre a Vale e a China para alcançar um desenvolvimento de alta qualidade. A embarcação foi projetada pelo Shanghai Ship and Design Research Institute (SDARI), e o SDARI também foi responsável pela integração com as velas do rotor. A construção do navio e a instalação das velas do rotor foram ambas concluídas por estaleiros na China.

Tracy Xie.

Conheça a biodiversidade no estande da Vale

Em nosso estande, os visitantes também tiveram a oportunidade de tirar fotos virtuais na Floresta Amazônica ou com uma onça que vive no Zoológico e Parque Botânico de Carajás (Pará). Nossa empresa ajuda a proteger cerca de um milhão de hectares de floresta em todo o mundo, incluindo 800 mil hectares na Amazônia, onde realizamos ações de conservação da biodiversidade há mais de 30 anos. Estamos empenhados em proteger e recuperar mais 500.000 hectares de florestas até 2030.

Nosso estande segue à risca os Critérios para Estandes Verdes da exposição, que minimiza o uso de materiais de madeira (menos de 30% do volume total dos materiais de construção). Além disso, 100% dos materiais de construção serão reciclados após a feira.

Nós nos comprometemos a investir entre US$ 4 e 6 bilhões no combate às mudanças climáticas

Para combater as mudanças climáticas, faremos investimentos entre US$ 4 bilhões e US$ 6 bilhões até 2030, priorizando tecnologias inovadoras e portfólios de minério de ferro, níquel e cobre de classe mundial, críticos para a transição de baixo carbono.

Em 05 de outubro de 2021, a Vale esteve entre os membros do Conselho Internacional de Mineração e Metais (ICMM) que se comprometeram com uma meta de emissões líquidas de gases de efeito estufa (GEE) de escopos 1 e 2 até 2050 ou antes, em linha com as ambições do Acordo de Paris.

​​​

Única mineradora internacional em exposição na China, Vale apresenta um conjunto de iniciativas de descarbonização