Sobre a Vale

10/08/2018

Vale participa do Congresso Brasileiro de Minas a Céu Aberto e Minas Subterrâneas

Conhecer detalhes da nossa gestão de barragens de um jeito inovador: por meio de um óculos 3D, que proporcionava uma visita à barragem Maravilhas II, mostrando as áreas preservadas e a atuação de nossa empresa tanto no operacional quanto no institucional. Essa foi uma das formas que os participantes do CBMina puderam entender mais a fundo o compromisso da Vale no tema.

O público pode conhecer uma barragem utilizando um óculos 3D.

O Congresso Brasileiro de Minas a Céu Aberto e Minas Subterrâneas, o CBMina é um espaço onde todos podem conhecer avanços tecnológicos e soluções adotadas pela indústria mineral de forma integrada, promovendo o intercâmbio de ideias entre estudantes, professores, pesquisadores, autoridades, executivos e profissionais ligados ao setor. A Vale reforçou o compromisso de contribuir para o crescimento da mineração e patrocinou o encontro, que aconteceu em Belo Horizonte entre os dias 1º e 3 de agosto.

Além do patrocínio ao evento, nossa empresa montou um estande na feira do local e também marcou presença com a participação de representantes da Vale em painéis, como o de abertura, intitulado ‘Gestão de riscos na mineração: da exploração mineral ao produto final’, que contou com o diretor de Planejamento e Desenvolvimento de Ferrosos e Carvão, Lúcio Cavalli.


O desafio de cuidar de mais de 140 barragens é grande. O que fazemos no nosso dia a dia é gerenciar e mitigar os riscos, e o caminho que a Vale escolheu para fazer isso é a tecnologia. O Complexo S11D Eliezer Batista, por exemplo, foi o primeiro projeto de minério de ferro feito com correias transportadoras. Brucutu até o fim do ano rodará com 100% de caminhões autônomos. Já temos perfuratrizes autônomas em Brucutu, Itabira e Carajás. Os riscos em nossa atividade existe, mas estamos trabalhando forte para mitigá-los, em todas as fases dos nosso processo

Lúcio Cavalli, diretor de Planejamento e Desenvolvimento de Ferrosos e Carvão

Giro pelo evento

Quem visitou o estande da Vale no CBMina pode participar da visita virtual em nossas instalações por meio de um óculos 3D, além de atividades variadas nos três dias de evento. No primeiro, por exemplo, havia um jogo de tabuleiro grande em que os participantes “caminhavam sobre” nossos ativos. No segundo foi a vez de um jogo da memória com os ativos da Vale chamarem a atenção. Já um caça-palavras com termos relacionados aos nossos negócios, produtos, ativos e meio ambiente concluiu o calendário de atividades.


Veja mais no Portal da Mineração
​​

Vale participa do Congresso Brasileiro de Minas a Céu Aberto e Minas Subterrâneas