Sobre a Vale

04/04/2022

Vice-presidente executiva de pessoas fala sobre metas de diversidade da Vale para o Valor Econômico

Promover um ambiente colaborativo, inovador e diverso para novos talentos é um compromisso que está no topo das metas da Vale. Em entrevista ao jornal Valor Econômico, a Vice-Presidente executiva de pessoas, Marina Quental, falou sobre o assunto.

Os resultados das iniciativas tomadas nos últimos anos para atrair novos talentos por meio do ambiente mais diversos e receptivo são concretos e têm sido percebidos no dia a dia de trabalho da mineradora e, também, fora dela. Segundo Marina Quental, as ações tomadas se refletiram em um aumento de mulheres, pretos e pardos interessados nas vagas da empresa.

As ações tomadas pela Vale, que passa por um processo de transformação cultural, têm sido fundamentais não apenas no caráter educativo de seus empregados, mas também no avanço da sociedade.

Entre elas, estão as metas de diversidade, incluindo a antecipação, em cinco anos, do plano de dobrar o número de mulheres na força de trabalho, passando de 13% para 26% até 2025. E também a meta de atingir 40% de empregados negros em cargos de liderança no Brasil até 2026.

Além disso, comportamentos que não estejam de acordo com o compromisso de criar um ambiente de respeito, inclusão e acolhimento não são tolerados. Prova disso é que, somente no último ano, a Vale desligou 157 funcionários por violação ao Código de Conduta da empresa

“A gente não tolera assédio nem discriminação. A gente tolera que as pessoas possam errar e se desculpar. Agora, discriminação e assédio não são toleráveis. E no momento em que você declara isso para todas as pessoas, todos sabem”, afirma Marina.

Clique aqui e veja a notícia completa no site do Valor Econômico

Clique aqui e conheça os compromissos da Vale


Vice-presidente executiva de pessoas fala sobre metas de diversidade da Vale para o Valor Econômico