Vale fecha o terceiro trimestre com foco na previsibilidade e crescimento consistente

Sobre a Vale

Vale fecha o terceiro trimestre com foco na previsibilidade e crescimento consistente

A Vale divulgou nesta quarta-feira, 24 de outubro, seu resultado financeiro referente ao terceiro trimestre de 2018. Os resultados demonstram o foco da empresa na sua estratégia de diferenciação e execução disciplinada. “Atingimos a marca histórica de mais de 100 milhões de toneladas de minério de ferro produzidos num trimestre e também batemos o recorde histórico de produção de pelotas”, comenta o diretor-executivo de Finanças e Relações com Investidores, Luciano Siani Pires no vídeo abaixo.

Na estratégia de diferenciação, a empresa atingiu US$ 8,6 por tonelada de prêmio sobre o minério de ferro, apresentando alta em relação ao trimestre passado. “Nossos minérios têm qualidade superior em relação ao padrão do mercado”, afirma Siani. Com isso, a geração de caixa, medida pelo EBITDA, foi de US$ 4,4 bilhões. O lucro líquido recorrente foi de R$ 8,3 bilhões. O forte resultado permitiu a distribuição de dividendos e recompra de ações no valor total de US$ 2,4 bilhões.

A dívida líquida segue em queda e atingiu o menor patamar desde 2009, totalizando US$ 10,7 bilhões. “Com isso, praticamente concluímos o nosso programa de desalavancagem”, aponta o executivo. A empresa anunciou que foi aprovada pelo Conselho de Administração o investimento de US$ 1,1 bilhão para expansão da mina de Salobo, no Pará. “Não é só colher, mas também plantar as sementes da Vale do futuro”, encerra Siani.

Webcasts

Nesta quinta-feira, a partir das 10h, o diretor-presidente Fabio Schvartsman e os diretores-executivos participarão de conferências com investidores. Acesse os links abaixo.

Assista ao vídeo na íntegra e entenda mais sobre os nossos resultados no infográfico abaixo.


Downloads

Relatório Financeiro Acesse as Webcasts Relatório de Produção

Veja o infográfico abaixo e saiba mais sobre nossos resultados no terceiro trimestre de 2018