2T20 - Relatório Financeiro

Negócios

2T20 - Relatório Financeiro

A Vale divulgou nesta quarta-feira, 29 de julho, seu resultado financeiro referente ao segundo trimestre de 2020.

Estamos caminhando para o de-risk da companhia mesmo em um segundo trimestre de 2020 bastante complexo, enfrentando com responsabilidade, disciplina e senso de urgência esse momento desafiador trazido pela pandemia da COVID-19. Nós continuamos avançando com a reparação de Brumadinho, na garantia da segurança de nossas barragens e na estabilização de nossa produção de minério de ferro. Como outro passo importante na frente da alocação de capital, também estamos anunciando a retomada da nossa política de dividendos.

Eduardo Bartolomeo, Diretor-Presidente

Estabilização da produção de minério de ferro

Os principais marcos na retomada das operações no 2T20 foram as melhorias nas medidas de segurança para combater a pandemia, aplicando o protocolo de testagem em massa de empregados; retomada da operação de Timbopeba no Sistema Sudeste, que está migrando para processamento a úmido após a autorização temporária da ANM; a implementação de soluções alternativas para desobstruir parte da capacidade logística no site e a produção a úmido parcialmente retomada no Sistema Sul; e a licença prévia para a expansão da mina de Serra Leste, que representa a primeira etapa no processo de licenciamento no Sistema Norte. Após a emissão da licença de instalação, a Vale retomará sua operação com capacidade de 6Mtpa.

Pagamento de dividendos

Após a redução de incertezas relacionadas à pandemia, a Vale avalia que o momento mais crítico foi ultrapassado e decidiu retomar a sua Política de Remuneração aos Acionistas, a qual requer que os dividendos mínimos calculados com base nos resultados do 1S20 sejam pagos em setembro.

Reparação

A reparação de Brumadinho é prioridade para a Vale e os trabalhos nessa frente estão sendo continuamente ajustados em meio à pandemia da COVID-19 para garantir seu avanço. Em um processo de escuta ativa, a Vale vem trabalhando em um Plano de Reparação Integral, que conduzirá suas ações nos próximos anos para realizar projetos estruturantes capazes de promover impactos positivos duradouros para as comunidades afetadas. O processo de indenização continua, com a assinatura de acordos civis relacionados a mais de 600 pessoas desde a data de publicação dos resultados do 1T20. No total, a Vale desembolsou, aproximadamente, R$ 11,5 bilhões em iniciativas relacionadas à reparação de Brumadinho e à descaracterização de suas barragens.

Imagem Relatório Financeiro

Resultados

No 2T20, o EBITDA ajustado proforma, excluindo US$ 130 milhões de despesas relacionadas a Brumadinho e US$ 85 milhões de doações relacionadas ao COVID-19, em iniciativas para combater a pandemia, totalizou US$ 3,586 bilhões, ficando US$ 545 milhões acima do 1T20. Após esses efeitos, o EBITDA ajustado foi de US$ 3,371 bilhões no 2T20.

O EBITDA de Minerais Ferrosos totalizou US$ 3,502 bilhões no 2T20, ficando US$ 655 milhões acima dos US$ 2,847 bilhões registrados no 1T20, principalmente devido: (a) aos maiores preços realizados, refletindo a demanda saudável vinda da China; (b) aos maiores volumes de venda de finos de minério de ferro, após um trimestre de volume de produção mais forte; (c) ao efeito positivo da desvalorização do Real frente ao Dólar; e (d) aos menores custos de frete, que foram parcialmente compensados por maiores custos C1 de finos de minério de ferro.

Nos seis primeiros meses de 2020, o impacto da pandemia do COVID-19 nos custos e despesas da Vale foi de US$ 112 milhões, sendo US$ 85 milhões em despesas com iniciativas para combater a pandemia, tais como doações de testes rápidos e equipamentos de proteção individual aos governos federal e estaduais e apoio a hospitais e unidades de saúde locais, e US$ 27 milhões no aumento de custos nas operações.

Para conferir os relatórios financeiro e de produção na íntegra, clique abaixo. Nesta quinta-feira, dia 30 de julho, serão realizadas teleconferências (webcasts) às 10h (português) e às 12h (inglês), no horário de Brasília, para comentar os resultados.