Coronavírus (COVID - 19)

Segurança e Prevenção

Coronavírus (COVID - 19)

Considerando o rápido aumento do número de casos do COVID-19 em todo o mundo, a Vale está tomando uma série de medidas, visando à orientação, prevenção e segurança das pessoas.

Enquanto a empresa monitora a evolução da pandemia, é importante manter a calma e se informar apenas por meio de fontes oficiais. Nesta página, trazemos algumas informações que também estão sendo compartilhadas com nossos empregados sobre a prevenção e contágio em relação ao vírus.

Atualizações

Dicas e orientações

Confira 10 dicas para manter a saúde emocional durante o isolamento domiciliar

Acesse a notícia

Veja dicas de aplicativos para reunir amigos e familiares sem sair de casa

Acesse a notícia

Empresas disponibilizam cursos online gratuitos que podem auxiliar na carreira

Acesse a notícia

Saiba como aproveitar uma programação cultural sem sair de casa

Acesse a notícia

Saiba como e quando utilizar máscaras de proteção ao coronavírus

Acesse a notícia

Fique atento às principais formas de contágio do coronavírus e se proteja

Acesse a notícia

Confira 8 dicas para quem vai trabalhar de casa nos próximos dias

Acesse a notícia

Saiba como e quando utilizar álcool gel para se prevenir do coronavírus

Acesse a notícia

Sintomas da doença

  • Tosse

  • Febre

  • Falta de ar

  • Dores musculares

Prevenção e cuidados

A contaminação acontece por gotículas respiratórias, contato próximo (menos de 2m) com alguém com os sintomas ou contato direto com as secreções sem proteção. A melhor forma de se proteger é seguindo as indicações abaixo:

  • Lave as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Quando não puder acessar água e sabão, use álcool gel


  • Cubra o nariz e a boca ao tossir e espirrar


  • Evite tocar nos olhos, nariz e boca


  • Evite contato próximo (menos de 2 metros) de pessoa doente


  • Não compartilhe objetos de uso pessoal que possam transmitir a doença


Recomendações em caso de isolamento

Restrinja as atividades fora de casa, exceto para buscar assistência médica. Não vá ao trabalho ou a áreas públicas e não use transporte público ou táxi. Use serviços de entrega para compras em supermercados, farmácias e alimentos. Se você estiver em um hotel, use o serviço de quarto.

Separe-se das outras pessoas em sua casa. Não receba visitas sociais e restrinja ao máximo o número de contatos, principalmente com idosos. Se você estiver hospedado com outras pessoas, tanto quanto possível, você deve ficar em um cômodo diferente dos demais.

Se tiver sintomas, ligue antes de ir para uma clínica ou hospital de referência.

Use uma máscara facial: você deve usar uma máscara cirúrgica (não apenas a N95 ou PFF2) quando estiver no mesmo ambiente que outras pessoas e quando visitar um médico. Se você não pode usar uma máscara e tiver sintomas, as pessoas que moram com você devem usar uma enquanto estiverem no mesmo cômodo que você. Lembre-se de descartar a máscara a cada 24 horas.

Em caso de tosse ou espirro, cubra a boca e o nariz com um lenço de papel ou com a manga da roupa. Jogue lenços usados ​​em uma lixeira forrada e lave imediatamente as mãos com água e sabão.

Lave as mãos frequentemente e com bastante água e sabão por pelo menos 20 segundos. Você pode usar um desinfetante para as mãos à base de álcool se não houver água e sabão e se as mãos não estiverem visivelmente sujas. Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas

Evite compartilhar itens domésticos. Você não deve compartilhar pratos, copos, xícaras, utensílios de cozinha, toalhas, roupas de cama ou outros itens com outras pessoas em sua casa. Depois de usar esses itens, você deve lavá-los cuidadosamente com água e sabão

Perguntas Frequentes

Clique aqui para ver as principais dúvidas sobre o tema e suas respostas

Mitos e verdades

Há semelhança entre o vírus HIV e o coronavírus. De acordo com o Ministério da Saúde do Brasil, não há nenhum registro científico que indique semelhanças entre os dois.

O novo coronavírus causa pneumonia. O novo coronavírus não causa pneumonia de maneira imediata. Os sintomas são febre, tosse e dificuldade para respirar, assim como em um resfriado.

Produtos vindos da China podem contaminar as pessoas. Não há nenhuma evidência que produtos enviados da China transmitam a doença. Geralmente, vírus só são transmitidos entre seres vivos e não sobrevivem mais de 24 horas fora do organismo humano ou de algum animal.

Vitamina D, C, chás ou óleos podem prevenir o coronavírus. Até o momento, não foi comprovada eficácia de nenhum produto que seja capaz de prevenir a infecção. Antes de comprar vitaminas, foque em manter uma higiene pessoal correta e ter uma dieta balanceada.

Antibióticos curam a doença. Antibióticos são usados apenas em infecções bacterianas. O COVID-19 é causado por um vírus. Antibióticos não devem ser usados sem prescrição médica nem como meio de prevenção ou tratamento do coronavírus.

O vírus só é transmitido em áreas quentes e úmidas. Evidências mostram, até o momento, que o coronavírus pode ser transmitido em todas as áreas, independente do clima.

O novo coronavírus só afeta pessoas mais velhas. Pessoas de todas as idades podem ser infectadas pelo vírus. Por isso, adote todas as medidas de prevenção indicadas pela área de Saúde. Pessoas idosas e com condições médicas pré-existentes podem estar mais vulneráveis a desenvolver a doença em sua forma mais grave.

O coronavírus é transmitido pelo ar. A transmissão costuma ocorrer pelo contato com secreções contaminadas (saliva, espirro, tosse, catarro) que ficam no ar ou são transmitidas pelo contato pessoal e objetos contaminados seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Não existe tratamento para a doença. Ainda não há um medicamento que elimine o vírus, porém, há tratamentos que podem reduzir o desconforto e evitar que o problema se agrave.

A doença pode ficar incubada por até duas semanas. Sim. A doença fica incubada por até duas semanas após o contato com o vírus. Os sintomas podem levar de 2 a 10 dias para se manifestarem.

Viagens devem ser evitadas. Viagens não essenciais para qualquer país devem ser adiadas por tempo indeterminado. O viajante e seu líder devem determinar juntos se a viagem é necessária.

Não existe vacina para a doença. Até o momento não existe nenhuma vacina específica para o COVID-19. Para se proteger, mantenha sempre as mãos higienizadas com água e sabão e evite tocar no rosto,olhos e nariz.

Scanners térmicos não detectam pessoas infectadas. O equipamento consegue identificar apenas pessoas que estejam com febre (temperatura corporal acima do normal), que pode indicar infecção. Porém, não detectam a contaminação pelo vírus.