Vale obtém licença de operação para Salobo

Sobre a Vale

14/11/2012

Vale obtém licença de operação para Salobo

Em novembro, a Vale recebeu a licença de operação para o projeto de cobre Salobo, no Pará, Brasil. A autorização foi emitida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Salobo é o segundo projeto greenfield de cobre desenvolvido pela empresa no Brasil e tem capacidade nominal estimada de 100 mil toneladas anuais.

A operação iniciou a produção em junho e envolve lavra a céu aberto, beneficiamento, transporte e embarque. O escoamento da produção é feito por rodovia da mina até terminal ferroviário em Parauapebas, no Pará, de onde é transportada pela Estrada de Ferro Carajás até o Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, no Maranhão.

Os investimentos totalizarão US$ 2,507 bilhões e inclui a expansão de Salobo, que elevará a capacidade do projeto para 200 mil toneladas anuais de cobre em concentrado. Essa segunda fase entrará em operação no primeiro semestre de 2014.

Tecnologia

A planta do Salobo permitirá reaproveitar aproximadamente 98% de toda a água utilizada no beneficiamento do minério.

Desenvolvimento socioeconômico

Durante a implantação do Salobo, iniciada em 2007, a Vale investiu R$ 14,8 milhões em educação, saúde e infraestrutura em Marabá e Parauapebas.​​

 
 
​​​​

Vale obtém licença de operação para Salobo