Estações de tratamento de água garantem abastecimento de municípios afetados
Comando para Ignorar Faixa de Opções Ir para o conteúdo principal

Estações de tratamento de água garantem abastecimento de municípios afetados

15/07/2016 15:00


As estações de tratamento dos municípios ao longo do Rio Doce voltaram a operar após receberem melhorias. As obras de modernização realizadas em 19 estações permitem que a água esteja potável ao fim do processo de tratamento.

Além disso, nove poços artesianos foram perfurados em cinco municípios ao longo do Rio Doce. A água desses poços é encaminhada para sistemas de tratamento e depois segue para as redes de abastecimento. Já nas propriedades rurais mais distantes do Rio, o abastecimento é feito por caminhões-pipa.

Como funciona o tratamento da água

O processo de tratamento é composto por seis etapas principais.

  1. Captação da água bruta: para começar, a água do Rio Doce é captada e destinada à estação de tratamento.
  2. Coagulação dos sólidos: então, a água captada recebe aditivos coagulantes para facilitar a remoção dos sólidos presentes nela. Esses aditivos transformam os sólidos em pequenos flocos.
  3. Remoção de odor: após a coagulação dos sólidos, a água recebe adição de carvão ativado pulverizado, para retirar os odores indesejáveis;
  4. Decantação: nesta etapa, os pequenos flocos formados na etapa de coagulação são separados da água pela ação da gravidade;
  5. Filtração: depois, a água chega a filtros de areia, de onde sai límpida e inodora;
  6. Cloração e Fluoração: por fim, a água recebe flúor e cloro, para eliminar seres nocivos à saúde humana.
​​
​​​