Painel científico busca respostas para casos de febre amarela na região da bacia do Rio Doce
Comando para Ignorar Faixa de Opções Ir para o conteúdo principal

Painel científico busca respostas para casos de febre amarela na região da bacia do Rio Doce

26/01/2017 15:00

Trocar conhecimento para entender, de forma mais ampla e sistêmica, o atual surto da febre amarela na bacia do Rio Doce. Essa foi a motivação dos especialistas que se reuniram, nos dias 19 e 20 de janeiro, durante o painel “O que é a febre amarela em antigas regiões florestais, hoje altamente povoadas, da bacia do Rio Doce?”, promovido pela Fundação Renova, em Belo Horizonte (MG).

A Fundação Renova acredita na construção coletiva de soluções para temas que, como esse, estão na fronteira do conhecimento. Por isso, o encontro propiciou um debate interdisciplinar com pesquisadores de diversas áreas de estudo das doenças transmitidas por insetos. Os principais assuntos tratados no evento foram:

  • Discussões sobre as questões epidemiológicas desde a chegada do vírus no Brasil, passando pela estrutura das campanhas de vacinação até as dificuldades na identificação das causas;
  • Apontamento das principais lacunas do conhecimento científico sobre a doença;
  • Levantamento de hipóteses mais urgentes relacionadas às ocorrências da doença na bacia do Doce;
  • Apresentação de propostas de linhas de pesquisa;
  • Problematização das principais ações sanitárias, ambientais, educacionais e de comunicação necessárias para o trabalho de prevenção e combate à doença.

Com o objetivo de compartilhar esse conhecimento com a sociedade, o evento contou com uma cobertura especial, em que os principais destaques eram publicados no site da Renova em tempo real. Cerca de mil pessoas acompanharam pela internet.

Veja como foi

Fundação Renova

A Fundação Renova tem a missão de implementar e gerir os programas de reparação, restauração e reconstrução das regiões impactadas pelo rompimento da barragem de Fundão, localizada no subdistrito de Bento Rodrigues, em Mariana, Minas Gerais.

O papel da Fundação é restaurar e restabelecer as comunidades e os recursos impactados pelo rompimento e também substituir ou compensar o que não é passível de remediação, sempre de forma eficiente, idônea, transparente e ética.

Saiba mais sobre a Fundação Renova