Reassentamento: quem decide é a comunidade
Comando para Ignorar Faixa de Opções Ir para o conteúdo principal

Reassentamento: quem decide é a comunidade

26/01/2017 15:00

Entre os dias 18 e 21 de janeiro, cerca de 240 famílias de Bento Rodrigues foram convidadas a participar de oficinas para apresentação do projeto urbanístico do novo distrito. Elas receberam cartilhas para entender as etapas de elaboração do desenho e tiveram a oportunidade de tirar dúvidas sobre o tema. O objetivo foi munir os moradores com toda informação necessária e prepará-los para a assembleia geral de validação final do projeto urbanístico, que acontecerá no próximo sábado (28).

Se aprovado, o passo seguinte é o diálogo com as famílias para tratar de detalhes das propriedades, loteamento e imóveis, previsto para o primeiro semestre de 2017, em paralelo à etapa do licenciamento ambiental e aprovação do projeto pela Prefeitura de Mariana.

Além das oficinas do projeto urbanístico, ao longo do mês de janeiro, a comunidade conta com um plantão de atendimento para esclarecimentos de dúvidas quanto ao processo de reassentamento.

Paracatu de Baixo e Gesteira

A concepção do plano urbanístico de Paracatu de Baixo, também distrito de Mariana (MG), está sendo realizada com a comissão de moradores. Essa fase teve início em dezembro de 2016 e deve continuar até o próximo mês, quando a comunidade conhecerá a proposta elaborada e poderá contribuir com sugestões, para posterior aprovação do projeto.

Já a reconstrução de Gesteira, distrito de Barra Longa (MG), está na fase de trâmites para aquisição do terreno, entre a Fundação Renova e o proprietário. As famílias e o Ministério Público estão acompanhando esse processo. A partir dessa definição, o fluxo será o mesmo de Bento e Paracatu.

Fundação Renova

A Fundação Renova tem a missão de implementar e gerir os programas de reparação, restauração e reconstrução das regiões impactadas pelo rompimento da barragem de Fundão, localizada no subdistrito de Bento Rodrigues, em Mariana, Minas Gerais.

O papel da Fundação é restaurar e restabelecer as comunidades e os recursos impactados pelo rompimento e também substituir ou compensar o que não é passível de remediação, sempre de forma eficiente, idônea, transparente e ética.

Saiba mais sobre a Fundação Renova